Clique e assine com até 65% de desconto

Primeira produção do Nós do Morro volta a ser encenada

Três décadas após sua estreia, peça "Encontros" ganha uma nova versão na sede do grupo no Vidigal

Por Renata Magalhães 28 Maio 2018, 08h00

Cansado de ver projetos culturais que não se adaptam à realidade das favelas por ser desenvolvidos longe daquele ambiente, o jornalista Guti Fraga criou, com moradores do Vidigal, uma proposta de formação local para despertar o interesse pelo teatro. Em 1986, nascia o grupo Nós do Morro, cuja primeira montagem estreou no ano seguinte. Após três décadas, o coletivo revisita a dramaturgia de Luís Paulo Corrêa e Castro em Encontros, 32 Anos Depois, uma releitura assinada por Fabrício Santiago em parceria com Álamo Facó. Em cartaz a partir de quinta (31) na sede do grupo, a trama aborda o cotidiano de adolescentes daquela favela durante a década de 80 (70min). 14 anos. Rua Doutor Olinto de Magalhães, 54, Vidigal. Quinta a domingo, 20h. R$ 10,00. Até 10 de junho. Estreia prevista para quinta (31).

Publicidade