Clique e assine por apenas 4,90/mês

Painel Funarte reúne projetos sociais de ensino coletivo musical

Educadores e regentes participam de palestras, debates e aulas gratuitas sobre ensino de instrumentos musicais para grupos na Sala Funarte, de terça (6) a quinta (8)

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 2 jan 2017, 19h38 - Publicado em 30 nov 2016, 22h13

Entre terça (6) a e quinta (8), acontece a primeira edição do Painel Funarte de Ensino Coletivo de Cordas. Com entrada franca, o evento vai oferecer palestras, debates e aulas práticas com alguns dos principais educadores, regentes e coordenadores de projetos sociais musicais do Brasil na Sala Funarte Sidney Miller, no Centro.

 Segundo o musicólogo Flávio Silva, coordenador de Música Erudita da Funarte, o ensino de instrumentos musicais para grupos tem se desenvolvido bastante no Brasil, formando novas orquestras de repercussão internacional.

Entre os palestrantes estão José Márcio Galvão, do Instituto Baccarelli, em São Paulo; Shinobu Saito, capacitadora de professores certificada pela da Associação Suzuki das Américas (SAA); Marcos Rangel, da Orquestra Neojibá, da Bahia; Flavia Cruvinel, autora de obras sobre ensino musical e professora na Universidade Federal de Goiás; Enaldo de Oliveira, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, que atua em ensino de instrumentos musicais para grupos; e a premiada violinista Carla Rincón, entre outros.

Pioneiro no ensino coletivo de cordas no Brasil e responsável pela implantação do extinto Projeto Espiral, criado pela Funarte em 1976, o violinista Alberto Jaffé será homenageado no evento.

Projeto Neojibá

Projeto Neojibá

Terça (6)

 · 09h30 – 10h: Abertura por representantes da Funarte, projeção de filmes sobre o Projeto Espiral e a Oficina de Luteria Guido Pascoli

· 10h – 11h30: “Lembrando Alberto Jaffé” − palestra de Renata Jaffé  e Marcelo Jaffé (SP)

· 11h30 – 12h30: Debate

· 12h30 – 14h30: Almoço

· 14h30 – 16h30: “Prioridades no ensino coletivo de cordas” − palestra e aula prática de José Marcio Galvão (Intituto Bacarelli, SP), com participação dos alunos do curso de extensão da Escola de Música da UFRJ

· 16h30 – 17h30: Debate

· 17h30 – 18h: Lanche

· 18h – 19h30: palestra e aula prática de Carla Rincon (RJ) com membros do grupo “Orquestra Jovem Paquetá”

Quarta (7)

· 09h30 – 10h10: “A orquestra e o social” − palestra de Glória Caputo (Fundação Amazônica de Música, PA)

· 10h10 – 10h50: “Ensino coletivo e transformação social” − palestra de Flávia Cruvinel (UFGO)

· 10h50 – 11h30: “Como escolher o repertório” − palestra de Ademar.Rocha (Orquestra Criança Cidadã, PE)

· 11h30 – 12h30: Debate

· 12h30 – 14h30: Almoço

· 14h30 – 16h30: “Ensino coletivo: breve história” − palestra e aula prática de Enaldo de Oliveira (UFT/PR) com participantes que levarem seus instrumentos de corda 

· 16h30 – 17h30: Debate 

· 17h30 – 18h: Lanche

· 18h – 19h30: palestra e aula prática de Márcio Selles (RJ) com membros do grupo “Grota do Surucucu” 

Quinta (8)

· 09h30 – 10h30: “Metodologias de ensino coletivo de cordas friccionadas no Brasil e as diretrizes para a construção de um possível currículo brasileiro” − palestra de Liu Man Ying (UFCE)

· 10h30 – 11h30: “O Método Suzuki, suas possibilidades e limites” − palestra de Shinobu Saito (Suzuki Association, EUA)

· 11h30 – 12h30: Debate

· 12h30 – 14h30: Almoço

· 14h30 – 16h10: “A formação do professor” − palestra de Fred Gerling (UFRS)

· 16h10 – 16h50: “Ensino coletivo – experiências múltiplas” − palestra de João Mauricio Galindo (Orquestra Jazz Sinfônico, SP)

· 16h50 – 17h30: “Ensino coletivo no Neojibá” − palestra de Marcos Rangel (Neojibá, BA)

· 16h30 – 17h30: Debate

· 17h30 – 18h: Lanche

· 18h – 19h30: palestra e aula prática de Karolin Broosch (RJ), com membros do grupo “Camerata Laranjeiras”

Painel Funarte de Ensino Coletivo de Instrumentos Musicais. Sala Funarte Sidney Miller – Rua da Imprensa 16, Centro. Terça (6) a quinta (8), das 9h30 às 12h30. Grátis.

Publicidade