Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Paço Imperial reabre exposições com novo horário de visitação

No momento, há duas exposições em cartaz no espaço: Luz no Brasil, retrospectiva da belga Françoise Schein, e Limite Oblíquo, com fotos de Vicente de Mello

Por Marcela Capobianco 12 abr 2021, 12h04

Seguindo instituições como CCBB e Centro Cultural Correios, que voltaram a receber o público após a liberação da prefeitura do Rio, o Paço Imperial reabre as portas nesta terça (13).

+ BioParque do Rio: menos grades e mais preservação

O centro cultural vai funcionar em novo horário: entre terça e sábado, das 12h às 18h. Não é necessário agendar a visita com antecedência.

No momento, há duas exposições em cartaz no espaço na Praça XV. Limite Oblíquo reúne 44 fotografias de Vicente de Mello, com curadoria de Aldones Nino. À primeira vista, as imagens em preto e branco se confundem com pinturas em nanquim.

+ Quatro eventos com aglomeração são barrados no Rio no fim de semana

Desde criança, Vicente conserva o hábito de recolher conchas, galhos e outros objetos de formatos interessantes que aparecem na praia após ressacas. Vicente, então, posicionou os achados marítimos sobre uma mesa de luz e começou a capturar as imagens.

Continua após a publicidade
Vicente de Mello apresenta 44 obras na mostra Limite Oblíquo: no Paço Imperial
Paço Imperial: mostra de fotos de Vicente de Mello é prorrogada até 23 de maio Vicente de Mello/Divulgação

O resultado é uma composição que foge do óbvio e propõe aos espectadores um jogo visual para identificar cada uma das formas representadas nas telas.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Já Luz no Brasil é uma retrospectiva da obra de Françoise Schein, que assina gigantescos painéis em azulejos pelo mundo contendo trechos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Artista Françoise Schein posa na frente de um de seus painéis, que representa um mapa mundi
Françoise Schein: artista belga percorre o mundo promovendo a Declaração Universal dos Direitos Humanos Luke Garcia/Divulgação

Por aqui, um deles fica na saída da estação de metrô Siqueira Campos, em Copacabana. A exposição reúne fotografias e vídeos, além dos esboços dos projetos.

As duas mostras foram prorrogadas até 23 de maio.

+ Paulo Gustavo: o que diz o novo boletim médico sobre a saúde do ator

Praça Quinze de Novembro, 48, Centro. Ter. a sáb., 12h/17h. Grátis.

Continua após a publicidade
Publicidade