Clique e assine com até 65% de desconto

Grátis: Orquestra Petrobras Sinfônica homenageia 250 anos de Beethoven em lives

Apresentações, sem público na plateia, serão transmitidas pelo YouTube entre sexta (23) e domingo (25)

Por Marcela Capobianco 22 out 2020, 12h08

Ainda sem receber o público, mas com um efetivo trabalho no YouTube e redes sociais, a Orquestra Petrobras Sinfônica fará, neste fim de semana, um festival on-line para homenagear os 250 de nascimento do compositor alemão Ludwig van Beethoven.

Entre sexta (23) e domingo (25), serão apresentadas, gratuitamente, três sinfonias que redefinem a história do compositor, além de três apresentações de música de câmara.

+ Hotel na Praia de Copacabana oferece aula de ioga ao ar livre

Para assistir, é só acessar o canal da Orquestra no YouTube. Os concertos vão ao ar às 15h e 20h na sexta e no sábado e às 11h e 16h no domingo.

Os músicos vão se apresentar diretamente da Sala Cecília Meireles, na Lapa. As regências são de Felipe Prazeres, Thiago Santos, Mateus Araújo e Tobias Volkmann.

Isaac Karabtchevsky, Diretor Artístico e Regente Titular da Petrobras Sinfônica, vai acompanhar o festival de casa, em isolamento social.

“Tínhamos definido os parâmetros para a orquestra em 2020, mas infelizmente fomos tolhidos pela pandemia, o que não invalida a proposta de apresentarmos uma parte da obra do compositor. Poder executar Beethoven é uma mensagem de fé e otimismo”, afirma o maestro.

+ Instituto Moreira Salles amplia horário de visitação

Para Felipe Prazeres, spalla da Petrobras Sinfônica, as sinfonias de Beethoven são a Bíblia dos regentes de uma orquestra. “Cada sinfonia é um mundo a se descobrir. Temos vários fatores limitantes, porque a orquestra não estará completa. É um desafio, mas fico emocionado por estarmos realizando o festival num ano tão estranho. Vamos apresentar o Beethoven raiz, das sinfonias e da música de câmara”, explica.

+ Em tempos de teatro on-line, monólogos femininos se destacam

Ns transmissões on-line dos ensaios abertos e dos concertos, a Orquestra Petrobras Sinfônica cumpre estritamente as orientações emitidas pelos órgãos oficiais, além de seguir recomendações da Fundação Oswaldo Cruz exclusivamente para este evento.

Haverá distanciamento de dois metros entre cada músico e chapas de acrílico vão separar os profissionais de sopro. Além disso, todos os membros da orquestra farão teste para Covid-19 antes das apresentações.

Confira a programação completa do Festival Beethoven:

Sexta (23):

15h – Concerto de Câmara

Ricardo Amado, violino

Carlos Mendes, violino

José Ricardo Taboada, viola

Marcelo Salles, violoncelo

Quarteto de cordas, em Sol maior, op. 18 nº 2

I. Allegro

II. Adagio cantabile – Allegro

III. SCHERZO | Allegro

IV. Allegro molto, quasi presto

Quarteto de cordas, em dó menor, op. 18 nº 4

I. Allegro ma non tanto

II. Andante scherzoso quase allegretto

III. MENUETTO | Allegro

IV. Allegretto

20h – Concerto Sinfônico

Thiago Santos, regente

Egmont, op. 84

Abertura

Sinfonia nº 2, em Ré maior, op. 36

I. Adagio – Allegro con brio

II. Larghetto

III. SCHERZO | Allegro

IV. Allegro molto

Sábado (24):

15h – Concerto de Câmara

Igor Carvalho, clarineta

Paulo Andrade, fagote

Philip Doyle, trompa

Tomaz Soares, violino

Dhyan Toffolo, viola

Hugo Pilger, violoncelo

Ricardo Candido, contrabaixo

Continua após a publicidade

Septeto para clarineta, trompa, fagote, violino, viola, violoncelo e contrabaixo em Mi bemol maior, op. 20

I. Adagio – Allegro con brio

II. Adagio cantabile

III. Tempo di menuetto (Trio)

IV. Tema con variazione | Andante

V. SCHERZO | Allegro molto e vivace (Trio)

VI. Andante con molto alla marcia – Presto

20h – Concerto Sinfônico

Felipe Prazeres, regente

Abertura Coriolano, op. 62

Sinfonia nº 4, em Si bemol maior, op. 60

I. Adagio – Allegro vivace

II. Adagio

III. Allegro molto e vivace

IV. Allegro ma non troppo

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Domingo (25):

11h – Concerto de Câmara

Mateus Araújo, regente

Rodrigo Herculano, oboé

Francisco Gonçalves, oboé

Cristiano Alves, clarineta

Igor Carvalho, clarineta

Ariane Petri, fagote

Paulo Andrade, fagote

Mauro Ávila, contrafagote

Josué Soares, trompa

Francisco de Assis, trompa

Pedro Sá, tímpanos

Ricardo Candido, contrabaixo

Continua após a publicidade

Sinfonia nº 7, em Lá maior, op. 92 (versão para sopros, tímpanos e contrabaixo)*

I. Poco sostenuto – Vivace

II. Allegretto

III. Presto

IV. Allegro con brio

*Versão para sopros original do compositor e adaptação para tímpanos por Mateus Araújo.

16h – Concerto Sinfônico

Tobias Volkmann, regente

As Criaturas de Prometheus, op. 43

Abertura

Sinfonia nº 8, em Fá maior, op. 93

I. Allegro vivace e con brio

II. Allegretto scherzando

III. Tempo di menuetto

IV. Allegro vivace

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade