Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Nova Vanguarda Carioca reúne trabalhos de artistas emergentes

Exposição com curadoria de Gringo Cardia reúne 20 painéis com reproduções de obras de talentos das periferias brasileiras

Por Kamille Viola Atualizado em 7 jan 2022, 02h28 - Publicado em 6 jan 2022, 17h58

As periferias brasileiras sempre foram um dos principais polos criativos da música popular no Brasil, influenciando toda a história de nossa produção na área. Nos últimos tempos, alguns nomes vêm furando o bloqueio das artes plásticas, um meio sempre muito restrito. Quinze desses nomes estão na exposição Nova Vanguarda Carioca, que estreia neste sábado (8) na Cidade das Artes, com curadoria de Gringo Cardia.

Compartilhe essa matéria via:

São artistas como Geleia da Rocinha, Heloisa Hariadne, Marcela Cantuária, Mulambö e Rafa Moreira, que terão expostas obras reproduzidas em painéis de seis metros de altura na praça-pilotis do espaço cultural. Os 20 painéis foram exibidos pela primeira vez em novembro, no Copacabana Palace, nas celebrações pelos 20 anos da joalheria Tiffany & Co. no Brasil.

+ Vai dar praia: projeto leva mais de 200 atividades aos quiosques da orla no verão

Não é de hoje que Gringo Cardia se interessa por talentos de regiões que estão às margens (sejam simbólicas ou geográficas) dos grandes centros urbanos. Em 2005, o artista realizou, em parceria com a professora emérita da UFRJ Heloísa Buarque de Hollanda (com quem volta a trabalhar na mostra atual), a exposição Estética da Periferia, no Centro Cultural Correios Rio de janeiro, que em 2007 teve um desdobramento no Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (Mamam), em Recife. 

Cidade das Artes. Avenida das Américas, 5.300, Barra. Abertura: sábado (8), 10h. Diariamente, 10h/21h. Grátis. Até 20 de março.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade