Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Arte do afeto: trajetória de Nise da Silveira é tema de exposição no CCBB

Ocupando três salas do centro cultural, a mostra reúne noventa pinturas de pacientes da psiquiatra que dialogam com produções contemporâneas

Por Marcela Capobianco Atualizado em 18 jun 2021, 17h54 - Publicado em 18 jun 2021, 06h00

A Organização Mundial da Saúde estima que 1 bilhão de pessoas convivam com transtornos psiquiátricos.

Nunca se falou tanto em saúde mental e, nessa toada, uma exposição recém-inaugurada no CCBB celebra a trajetória de Nise da Silveira (1905-1999), médica mundialmente conhecida pela ideia vanguardista de empregar carinho e atenção como metodologia no tratamento psíquico.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Nise da Silveira — A Revolução pelo Afeto se espraia por três salas e reúne noventa pinturas de pacientes da psiquiatra, como a de Fernando Diniz (foto).

Além disso, obras de Lygia Clark, Carlos Vergara, Rafael Bqueer e outros artistas contemporâneos trazem temas que foram estudados pela doutora, como o enclausuramento de corpos negros, o Carnaval e o mito dionisíaco.

Rua Primeiro de Março, 66, Centro. Qua. a seg., 9h/18h. Grátis. Até 16 de agosto. Informações complementares no site do Banco do Brasil.

Continua após a publicidade

Publicidade