Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Museu de Astronomia e Ciências Afins reabre para visitação com exposição interativa

Mostra apresenta a vida e o legado do cientista Álvaro Alberto (1889-1976), um dos principais nomes no campo da energia nuclear do país

Por Luiza Maia Atualizado em 31 jan 2022, 15h01 - Publicado em 31 jan 2022, 14h53

Após um longo período na pandemia com as portas fechadas, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), em São Cristóvão, reabre ao público com uma nova exposição e entrada gratuita. Nesta quarta (2), será inaugurada a mostra Álvaro Alberto: O Homem que Sabia Demais, em homenagem ao grande cientista brasileiro e almirante da Marinha.

+ Festival de rock nacional no Arpoador celebra 40 anos do ritmo com shows

Situada no segundo andar do prédio, a exposição percorre a trajetória e o legado de Álvaro Alberto da Mota e Silva (1889-1976), que ao longo da sua carreira defendeu e atraiu investimentos nas áreas de ensino, ciência e tecnologia para o país. Entre as suas principais contribuições, está a implementação do Programa Nuclear Brasileiro e a criação do Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq), entidade federal de incentivo à pesquisa.

Compartilhe essa matéria via:

A primeira parte da mostra traz uma linha do tempo que une a história da ciência no Brasil e os marcos da vida do almirante. Em uma sala que replica seu ambiente de trabalho, os visitantes verão uma mesa onde surgem animações de desenhos, textos e rascunhos, representando as suas ideias e produções. O público também vai conhecer um outro lado do cientista, que desenhava caricaturas e escrevia poemas.

Continua após a publicidade

+ Praia de Copacabana terá atrações gratuitas para toda a família até 20 de fevereiro

Com elementos tecnológicos e futuristas, a segunda parte da exposição conta sobre o desenvolvimento da energia nuclear desde os anos 1920 no país, área em que Álvaro Alberto foi um dos principais personagens. O cenário terá vitrines com lentes sobre cinco objetos relacionados a esse universo: maquetes de usina, átomo, bomba nuclear, amostras de urânio e yellow cake (concentrado de urânio).

Já no terceiro eixo, o público poderá viajar em uma experiência imersiva por diferentes espaços envolvidos nas disciplinas e instituições científicas que Alberto ajudou a criar ou gerir, além do CNPq, como o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), oInstituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Museu de Astronomia e Ciências Afins. Rua General Bruce, 586 – São Cristóvão. De 2 de fevereiro a 1º de julho. Ter. a sex., 9h/17h; sáb., 14h/19h; dom. e fer., 14h/18h. Grátis.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês