Clique e assine com até 65% de desconto

Mostra resgata a trajetória quase desconhecida de Claudio Paiva

Museu de Arte do Rio apresenta 300 obras do artista mineiro

Por Renata Magalhães 19 nov 2017, 11h25

 Claudio Paiva — O Colecionador de Linhas. Com uma trajetória parcamente conhecida, o artista plástico mineiro radicado em Niterói ganha homenagem póstuma. Mais de 300 obras, com predominância de desenhos, compõem um panorama de suas criações da década de 60 a seu falecimento, em 2011. A simplicidade dos traços — que pode ser acompanhada nos rabiscos em cadernos de exercícios em exibição — resulta em uma mostra aparentemente simples, mas carregada de questionamentos poéticos sobre o significado da arte. O humor também se faz presente, especialmente em obras como a pintura em guache Aqui (foto). MAR. Praça Mauá, 5, Centro. Terça a domingo, 10h às 17h. R$ 20,00. Grátis às terças. Até 6 de julho de 2018.

Publicidade