Continua após publicidade

8 de Janeiro e outras mostras para ver no Centro Cultural Justiça Federal

Exposição é uma das quatro que entraram em cartaz, incluindo Transeunte, do paulista André Baía, e Urucum: a Natureza É Queer, da paraense Rafael BQueer

Por Kamille Viola
Atualizado em 16 nov 2023, 20h17 - Publicado em 16 nov 2023, 20h00

O Centro Cultural Justiça Federal abriu recentemente quatro novas exposições. 8 de Janeiro: Jamais Fomos Modernos, de Alex Frechette (foto), faz uma reflexão sobre o dia em que o Palácio do Planalto, o Superior Tribunal Federal e o Congresso Nacional foram invadidos e diversas obras de arte modernistas, danificadas.

Transeunte, do paulista André Baía, questiona a influência eurocêntrica na arte brasileira; Urucum: a Natureza É Queer, da paraense Rafael BQueer, retrata uma performance realizada pela artista; e Matrizes, de Paula Scamparini, questiona visões de mundo a partir de uma perspectiva feminina com imagens e videoinstalação.

CCJF. Avenida Rio Branco, 241, Centro. Ter. a dom., 11h às 19h. Grátis. Até 7 de janeiro.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.