Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

MAM homenageia Luiz Carlos Lacerda em mostra

Conhecido como Bigode, o cineasta terá parte de sua obra revisitada a partir desta terça (24). Ingressos a R$ 8,00

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 2 jan 2017, 11h43 - Publicado em 23 nov 2015, 16h55

Membro da efervescente geração de cineastas dos anos 1960, o diretor Luís Carlos Lacerda é homenageado na mostra “Bigode: 50 anos de Cinema”. A partir desta terça (24), a Cinemateca do Museu de Arte Moderna apresenta parte da obra de Bigode. Os ingressos custam R$ 8,00 (valor cheio) e R$ 4,00 (meia-entrada). Com passagem também pela TV e pela publicidade, Bigode trabalhou como assistente de direção, alternando também a direção de curtas-metragens, até passar em definitivo à direção cinematográfica com Mãos Vazias, estrelado por Leila Diniz, que mais tarde viria protagonizar um filme sobre sua vida.

+ Cinemateca do MAM recebe mostra grátis de filmes sobre animais

+ Espaço Itaú recebe mostra gratuita de cinema italiano

Além das obras de Bigode o público poderá assistir também aos filmes Kika (1993), de Pedro Almodóvar, no domingo (29), às 16h, e O Demônio das Onze Horas (Pierrot le Fou), de Jean Luc Godard (1965). 

Confira abaixo a programação completa:

Terça (24)

18h30 – Casa 9 (2011)

Conversa de Botequim (1972)

Quarta (25)

18h –Diário de Aquário – O Living Theatre no Brasil (2009)

19h –A mulher de longe (2012)

O enfeitiçado (1968)

Quinta (26)

18h –Dessa Pintura Dispensa Flores (2010)

O sereno desespero (1972)

Continua após a publicidade

Sexta (27)

18h A morte de narciso (2003)

Parada do orgulho gay (2002)

19h – For all, o Trampolim da Vitória (1997)

Sábado (28)

14h –Retratos Brasileiros: João Tinoco de Freitas (2007)

Retratos Brasileiros: Luiz Carlos Lacerda, de Luciano Perez (2006)

Leila Diniz

Leila Diniz

16h – O princípio do prazer (1979)

Nelson filma: o trajeto do cinema independente (1971)

18h – Leila Diniz (1987)

Vida vertiginosa (2009)

Domingo (29)

14h – Tabu, de Friedrich Wilheim Murnau e  Robert Flaherty (1931)

16h – Kika, de Pedro Almodóvar (1993)

18h – O Demônio das Onze Horas (Pierrot le Fou), de Jean Luc Godard  (1965)

Continua após a publicidade
Publicidade