Continua após publicidade

Luiz Aquila ganha exposição em Petrópolis

Casa Stefan Zweig foi escolhida para abrigar desenhos feitos pelo artista durante a Ditadura Militar

Por Renata Magalhães
Atualizado em 17 fev 2018, 17h25 - Publicado em 17 fev 2018, 17h25

Nascido no Rio de Janeiro, em 1943, Luiz Aquila mudou-se para Petrópolis em 1988. Na Região Serrana, a partir de sábado (24), o artista carioca apresenta Migração, individual com desenhos de cores sóbrias (distintos da linguagem viva que caracteriza boa parte de seu trabalho) inspirados na violência cometida durante a última ditadura no Brasil. Não por acaso, o local escolhido para a montagem da exposição foi a antiga residência, transformada em centro cultural, de Stefan Zweig (1881-1942) — o escritor austríaco adotou a cidade como refúgio da opressão nazista que testemunhara na Europa. Casa Stefan Zweig. Rua Gonçalves Dias, 34, Valparaíso, Petrópolis. Sexta a domingo, 11h às 17h. Grátis. Até 27 de maio. Abertura no sábado (24).

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.