Clique e assine por apenas 7,90/mês

Lima Barreto será homenageado na próxima edição da Flip

O escritor, que ganhou recentemente uma coletânea reunida pela professora Beatriz Resende, criticava obras no Centro da cidade, em 1912

Por Rafael Sento Sé - 15 jul 2017, 08h16
Acervo Lima Barreto/Reprodução

O escritor Lima Barreto (1881-1922) ganha uma coletânea reunida pela professora Beatriz Resende: Cronista do Rio (Autêntica, 240 págs., R$ 44,90). Ilustrada por imagens do acervo da Biblioteca Nacional, a obra será lançada na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que começa no dia 26 e, neste ano, homenageia o autor de Triste Fim de Policarpo Quaresma. Em um dos textos, A Derrubada, de 1912, Lima Barreto critica a descaracterização do Centro. “Eu não me atrevo mesmo a dar opinião sobre a retirada das grades do Passeio Público. Hesito. Mas uma coisa que ninguém vê e nota é a contínua derrubada de árvores velhas, vetustas fruteiras, plantadas há meio século, que a avidez, a ganância e a imbecilidade vão pondo abaixo com uma inconsciência lamentável”, escreveu. A foto acima, incluída no livro, flagra a Rua da Carioca esburacada, em 1906, em cenário bem parecido com o que se viu na região mais recentemente, durante as obras para a instalação do VLT.

LEIA MAIS HISTÓRIAS CARIOCAS:

+ Adendo em regra da Prefeitura garante festas de matriz africana

+ Com poucos jogos, Maracanã recebe Festival de Cerveja neste mês

Continua após a publicidade

+ Livros históricos chegam ao Real Gabinete Português, no Centro

+ Exposição de Lego leva mais de 14 mil pessoas ao Village Mall

 

Publicidade