Continua após publicidade

Em cena: Julia Lemmertz divide palco com a filha e peça chega à maioridade

Atrizes estreiam em Tempestade, e monólogo A Descoberta das Américas faz 18 anos. Semana tem ainda o musical A Herança, homenagem a Nina Simone e outros

Por Kamille Viola
Atualizado em 27 set 2023, 00h25 - Publicado em 13 set 2023, 12h34

Carrie

O filme baseado no livro de Stephen King é um clássico do cinema, que, nos anos 80, deu origem a um musical da Broadway. A montagem apresentada agora, realizada pelo Ceftem (Centro de Estudos e Formação em Teatro Musical), tem direção-geral de Victor Maia e traduções e versões de Hugo Kerth. Na trama, a jovem Carrie White, de 16 anos, sofre como a mãe, uma fanática religiosa abusiva, e bullying na escola. Enquanto ainda está aprendendo a lidar com os poderes de sua mente, as violências da qual é vítima desmbocam em um cenário de destruição.

Teatro Cesgranrio. Rua Santa Alexandrina, 1011, Rio Comprido. Qui. a dom., 19h. R$ 15,00 a R$ 70,00. De 21 de setembro a 1º de outubro. Ingressos pelo site do teatro.

A Descoberta das Américas

Julio Adrião celebra os 18 anos do espetáculo, pelo qual recebeu o Prêmio Shell de melhor ator. O texto de Dario Fo, inspirado em fatos narrados pelo navegador e cronista espanhol Alvar Nuñes Cabeza de Vaca, foi traduzido e adaptado por Adrião e por Alessandra Vannucci, que também dirige a peça. O monólogo narra com ironia uma outra versão da nossa história, que leva o público a uma inesperada reflexão sobre o período inicial da colonização do Novo Mundo.

Teatro Glauce Rocha. Avenida Rio Branco, 179, Centro. Qua. e qui., 19h. R$ 30,00 a R$ 60,00. Ingressos pelo Sympla. De 13 a 28 de setembro.

A Herança

Tudo começa quando Eric (Bruno Fagundes), prestes a ser despejado e vivendo uma crise com o noivo, o roteirista Toby (Rafael Primot), se aproxima de Walter (Marco Antônio Pâmio) e Henry (Reynaldo Gianecchini), homens mais velhos com outras visões e experiências. Com 12 atores que se revezam em 25 personagens, a peça confronta gerações desde os anos 1980, durante a explosão do HIV, até os dias de hoje, colocando em pauta discussão sobre pertencimento, amadurecimento e amor no universo LGBTQIA+. Texto de Matthew López, com tradução e direção de Zé Henrique de Paula. A peça é dividida em duas partes, apresentadas em dias diferentes.

Teatro Clara Nunes. Shopping da Gávea, 3° piso. Qui. e sáb., 20h. Sex., 20h. Dom., 19h. R$ 50,00 a R$ 130,00. Ingressos pelo Sympla. De 14 de setembro 22 de outubro.

Ninas

Com dramaturgia de Joaquim Vicente e direção artística de Édio Nunes, a peça traz cinco atrizes na pele da pianista, cantora, compositora e arranjadora Eunice Kathleen Waymon, que ficou famosa como Nina Simone. Cyda Moreno, Kathlen Lima, Anna Paula Black, Roberta Ribeiro e Tati Christinee dividem o palco com o ator e percussionista Fábio D’Lélis para contar a trajetória da artista e ativista. O espetáculo é entremeado por números musicas com sucessos da carreira de Nina, como Feeling Good, I Put a Spell on You e Don’t Let Me Misunderstood, entre outros.

Sesc Copacabana. Sala Multiuso. Rua Domingos Ferreira, 160. Qui. a dom., 19h. R$ 7,50 a R$ 30,00. Ingressos somente na bilheteria. De 14 de setembro a 8 de outubro.

Tempestade

Julia Lemmertz sobe pela primeira vez no palco ao lado da filha, Luiza Lemmertz, nessa livre adaptação do clássico A Tempestade, de William Shakespeare. Na versão assinada por Aluizio Abranches e Fernando São Thiago, respectivamente diretor e codiretor do espetáculo, o gênero do protagonista é trocado: Prósperovirou a a duquesa Próspera, interpretada por Julia. Ao sofrer um golpe do próprio irmão, ela é forçada ao exílio numa ilha mágica com sua filha, Miranda, onde as duas aprendem os poderes da floresta.

Teatro Poeira. Rua São João Batista, 108, Botafogo. Qui. a sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 19,00 a R$ 100,00. Ingressos pelo Sympla. De 14 de setembro a 17 de dezembro.

DANÇA

Continua após a publicidade

Lugar para Guardar Animais

O espetáculo do Grupo Sats acontece em uma instalação, com estrutura sonora e de luz que coloca o público como parte desse coliseu. Idealizado por Rodrigo Gondim (que assina a direção) e por Deisi Margarida (que integra o elenco), o trabalho procura ainda integrar espectador e espaço cênico como duas forças parte de um ambiente imersivo. Flora Bulcão, Juliana Angelo, Milena Codeço e Mika Makino completam o time em cena.

Espaço Cultural Sérgio Porto. Rua Humaitá, 163. Sex. e sáb., 20h. Dom., 19h. Grátis. De 15 a 24 de setembro.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.