Clique e assine com até 65% de desconto

Ícone do jazz fusion, Spyro Gyra faz seis shows no Blue Note

O grupo americano fundado nos anos 70 mostra sua mistura do gênero com R&B, pop e música latina de quinta (2) a sábado (4)

Por Carol Zappa 27 out 2017, 12h24
Spyro Gyra: jazz infusionado Brian Friedman/Divulgação

Na onda do jazz fusion, inaugurado por Miles Davis em 1970 com o álbum Bitches Brew, o Spyro Gyra, criado quatro anos depois em Nova York, sofreu críticas dos puristas pela mistura de R&B, pop, música caribenha, o que viesse. Com mais de 10 milhões de cópias vendidas de seus 31 álbuns e sete indicações ao Grammy, o conjunto liderado pelo saxofonista Jay Beckenstein, um de seus fundadores, faz seis sessões em três noites na Lagoa. Completam o grupo Tom Schuman (piano), Scott Ambush (baixo), Julio Fernandez (guitarra) e Lionel Cordew (bateria). Blue Note Rio. Avenida Borges de Medeiros, 1424, Lagoa. Quinta (2), 20h e 22h30; sexta (3) e sábado (4), 21h e 23h30. R$ 90,00 (bar) a R$ 450,00 (lounge premium).

  • Publicidade