Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Hotéis têm ocupação abaixo de 50% para Paralimpíada

Baixa procura motivou ofertas turísticas. Confira!

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 5 dez 2016, 11h06 - Publicado em 29 ago 2016, 18h53

Ao contrário do que ocorreu nas Olimpíadas, quando os hotéis trabalharam quase lotados por três semanas consecutivas, as reservas para as Paralimpíadas ainda estão aquém do esperado. Uma pesquisa da ABIH-RJ apurou que a ocupação média nos hotéis ainda está abaixo dos 50% (49,30%). Tal número é menor que a média de um mês setembro regular, que costuma registrar em torno de 65%. 

+ Boulevard Olímpico terá programação especial na Paralimpíada

Mesmo na Barra, que está entre os bairros mais procurados, as reservas não passam de 70% (67,61%). Ipanema e Leblon registram 55,70%, enquanto Copacabana e Leme estão com 47,35%, seguidos do Flamengo, com 41,11% de quartos bloqueados até o momento. “Para motivar a vinda dos turistas, lançamos uma campanha com pacotes promocionais que englobam passagens aéreas, hospedagem e ingressos”, explica o presidente da ABIH-RJ e do Rio CVB, Alfredo Lopes, que espera atrair 100 000 visitantes no período.

Aos interessados, os pacotes, com preços mínimos de R$ 475 por pessoa, estão disponíveis no site.  Entre as ofertas, por R$ 525, o turista poderá se hospedar por três dias e duas noites, com direito a café da manhã e traslado do aeroporto para o hotel e vice-versa, sem ingressos incluídos.

Continua após a publicidade

Publicidade