Clique e assine com até 65% de desconto

Fernanda Montenegro e Marco Nanini se apresentam na Cidade das Artes

Encerramento da programação de 2016 acontece ao longo de todo o sábado (17)

Por Redação Veja Rio 15 dez 2016, 16h09

Para encerrar as atividades do ano de 2016, a Cidade das Artes apresenta um dia inteiro com diferentes eventos no sábado (17). A partir das 10h, o projeto Natal de Portas Abertas traz leituras dramatizadas – com participações de nomes como Fernanda Montenegro e Marco Nanini -, além de apresentações da Orquestra Voadora e um show da Velha Guarda da Portela. Dança, literatura e artes visuais também fazem parte da programação, que segue até às 22h e terá a presença de food trucks estacionados no local. Para os eventos em espaços fechados é obrigatória a retirada de senha uma hora antes de cada espetáculo.

Confira a programação completa:

10h – Tapetes Contadores de Histórias – Sala de Leitura

Dirigido por Cadu Cinelli e Warley Goulart, o grupo Os Tapetes Contadores de Histórias vai apresentar espetáculos e oficinas interativas.

10h às 12h e de 15h às 18h – Oficinas de Natal – Cristiana Queiroga – Praça

A designer Cristiana Queiroga ensina a criar brinquedos artesanais, enfeites de Natal, biscoitos de gengibre além de auxiliar na concepção de um presépio em argila e da árvore de Natal decorada com dizeres, desejos e enfeites.

11h – O Tratado da Senhora Clap – Francisco de Abreu – Sala Eletroacústica

Inspirada em “A Senhora Clap e o Mundo na Palma das Mãos”, obra da autora portuguesa Marta Duque Vaz, a peça O Tratado da Senhora Clap conta a história de uma adorável personagem que investiga uma nova área do saber: a “aplausologia”, a arte de bater palmas em situações alegres ou tristes.

12h – Roda de Criança “Viajando pelo Brasil” – Grupo Céu na Terra – Esplanada

Formado por Daniel Fernandes, Vânia Santa Roza e Péricles Monteiro, integrantes do Núcleo de Cultura Popular Céu na Terra e ligados intimamente as tradições populares, o Roda de Criança é um espetáculo que celebra as festas, ritmos e danças da Cultura Popular Brasileira. A partir dos folguedos apresentados, originários de todo o Brasil, como a catira, o fandango, as toadas de boi, o cacuriá, o maracatu, o galope, as modas de viola e as cirandas,o público infantil participa ativamente das brincadeiras e aprende sobre nossa cultura de forma alegre e divertida.

14h – Coral da ACIJA – Foyer alto da Grande Sala

Criado em 2010 pelos maestros Paulo da Hora e D’Paula, ambos diretores da cooperativa de arte e cultura (Coopicarc), o Chorus Lux surge de forma independente e como um coro de um potencial técnico promissor, por contar com pessoas de larga experiência em Canto Coral, das Cidades de Niterói, Teresópolis, Maricá, Araruama e Rio de Janeiro.

14h30 – Pastoril – Grupo Céu na Terra – Esplanada

Encenação lúdica e original do nascimento de Jesus, o Pastoril do grupo Céu na Terra acontece há 16 anos e celebra as origens das festas natalinas. Ao mesclar elementos de festas brasileiras, como pastorinhas, lapinhas, folias de reis e reis de bois, o folguedo retrata as três jornadas vividas pelas pastoras e demais personagens até a lapinha, nascedouro do menino-jesus.

15h30 – Marco Nanini – “Ubu Rei” – Leitura dramatizada – Sessão 1 – Sala de Ensaio 1

Marco Nanini realiza uma leitura dramatizada de “Ubu Rei”, clássico do teatro moderno, escrito por Alfred Jarry, em 1896, que marcou o teatro de vanguarda e se destacou historicamente por apresentar inovações que não se praticavam na época. O texto dará origem ao novo espetáculo do ator, que completa 50 anos de carreira. A montagem, que estreia em março no Rio, será dirigida por Daniel Herz e contará com elenco composto pela Cia Atores de Laura, além da atriz convidada Rosi Campos.

Continua após a publicidade

16h – Orquestra de Barra Mansa – Nilton Soares, regente – Grande Sala

Reconhecida por sua versatilidade ao atuar com nomes da música popular (João Bosco, Milton Nascimento) e acompanhar importantes companhias de balé, como o Bolshoi, o Mariinsky e Balé do Teatro Alla Scala de Milão, a Orquestra de Barra Mansa tem recebido calorosos aplausos em suas apresentações nas principais salas de concerto do país desde a sua criação, em 2005.

17h  Solistas do Concurso Internacional  BNDES de Piano – Teatro de Câmara

Concerto com os classificados do Concurso Internacional BNDES de Piano de 2016.

18h –  Fernanda Montenegro – “Nelson Rodrigues por ele mesmo” – Leitura dramatizada, a partir do livro de Sônia Rodrigues.- Sala de Ensaio 1

20h – Fernanda Montenegro – “Nelson Rodrigues por ele mesmo” – Leitura dramatizada, a partir do livro de Sônia Rodrigues, seguida de um bate-papo.- Sessão 2 – Sala de Ensaio 1

Fernanda Montenegro realiza uma leitura dramatizada de “Nelson Rodrigues por ele mesmo”, livro que reúne crônicas não publicadas do dramaturgo separadas por sua filha Sônia Rodrigues. Em cena, a atriz lê e conversa com a plateia sobre seus muitos anos de trabalho, amizade e convívio com o autor.

18h – Orquestra Voadora “O voo do menino pássaro” – Jardins

Primeira montagem voltada ao público infanto-juvenil da Orquestra Voadora, ‘O magnífico voo do homem pássaro’ faz referência ao ancestral desejo do ser humano de voar e cria uma sonoridade particular, que mescla instrumentos musicais com objetos do cotidiano.

18h 30 – Encerramento do Amor – Sala eletroacústica

Obra mais reconhecida e premiada da trajetória de Pascal Rambert, “Encerramento do amor” é dirigida por Luiz Felipe Reis, e conta com a atuação dos atores Julia Lund e Otto Jr. No palco, não há enredo, trama, arco dramático, antes ou depois do ato, o que há é o instante da cena, a intensidade do momento em que estas duas personagens travam um embate que marca o fim de um projeto de relação criativa e amorosa idealizada por eles. Desde a sua estreia, em 2011, a obra já foi encenada em mais de 15 idiomas e conquistou os três mais importantes prêmios teatrais da França, o Prix du Syndicat de la Critique (2012), o Grand Prix de Littérature dramatique (2012) e o Les Molières (2013).

19h – Leila Maria & Trio – Jazz – Café das Artes

Dona de uma voz marcante, Leila Maria é aclamada pela crítica e já dividiu o palco com grandes nomes e novos talentos da música nacional. Com quatro álbuns lançados, a artista foi premiada com o 25º Prêmio da Música Brasileira na categoria CD em Língua Estrangeira por “Holiday in Rio”. O repertório do show passará por sucessos internacionais, como  All of You, As Time Goes By, Blue Moon, Cry Me a River, The Man I Love, I’ve Got You Under My Skin, Summertime dentre outros.

21h – Velha Guarda da Portela – Grande Sala

Fundada em 1970 por Paulinho da Viola, a Velha-Guarda da Portela se  apresenta em shows e resgata antigos sambas e sambistas do passado.  Composta incialmente pelos irmãos Aniceto da Portela, Mijinha e Manacéa, Alberto Lonato, Ventura, Alvaiade, Francisco Santana, Antônio Rufino dos Reis, Alcides Dias Lopes (mais conhecido por Alcides Malandro Histórico), Armando Santos e Antônio Caetano, o grupo alcançou o sucesso após Paulinho da Viola produzir o primeiro disco do grupo “Portela Passado de Glória”.

 

Continua após a publicidade
Publicidade