Clique e assine por apenas 4,90/mês

Felipe Neto rebate críticas: “é dever dos pais educarem seus filhos”

Influenciador e seu irmão, Luccas, foram acusados de estimular maus hábitos nas crianças

Por Alessandra Medina - Atualizado em 10 abr 2018, 20h18 - Publicado em 6 abr 2018, 20h12

Na semana passada, Felipe Neto, de 30 anos, viu o nome da família envolvido em nova polêmica virtual. Várias páginas o acusaram e ao irmão, Luccas, de estimular a comilança desenfreada entre os pequenos nos vídeos que publicam na internet. “Não é função do entretenimento educar. Essa função cabe aos pais, assim como não é dever do entretenimento ensinar. Isso é trabalho da escola”, rebate Neto, do alto de seus mais de 20 milhões de seguidores nas redes sociais.

A confusão começou quando uma mãe publicou uma crítica ao show de Luccas. Dias depois, sites questionaram a participação de Neto numa feira do setor alimentício, como atração do debate intitulado “Lugar de criança é no supermercado”.

“Essa confusão foi motivada por um site que queria ganhar cliques apenas. Não estamos preocupados. Nosso objetivo é melhorar sempre. O Luccas trabalha uma mensagem bacana de respeito e obediência aos pais. No meu caso, há bastante tempo meus vídeos não têm mais palavrões ou conteúdo com conotação sexual, nem mesmo piadas nesse sentido”, argumenta.

Publicidade