Clique e assine por apenas 3,90/mês

Feijões criados por Carlos Vergara estão à venda em Copacabana

Obra foi inspirada no livro A Chave do Tamanho, de Monteiro Lobato

Por Rafael Sento Sé - Atualizado em 4 set 2017, 21h54 - Publicado em 1 set 2017, 17h40
Tainá Bevilacqua/Divulgação

Artista plástico de carreira sólida, o gaúcho Carlos Vergara tem em seu currículo obras na coleção Gilberto Chateaubriand, exposições em museus prestigiados e uma fase, digamos, “leguminosa”. À explicação: em 1983, Vergara foi convidado a projetar o mobiliário infantil de uma área do BarraShopping. Incomodado com o estilo Disney da encomenda, apresentou uma contraproposta à brasileira, inspirada no livro A Chave do Tamanho, de Monteiro Lobato. Sugestão aceita, criou bancos de fibra de vidro em forma de feijões, cogumelos de mais de 2 metros de altura e corredores de palitos de fósforo avantajados. Quem era criança nos anos 80 e passou por lá há de se lembrar do cenário estilo Xou da Xuxa. Recriados em série de 2009, os feijões gigantes estão à venda por 4 500 reais cada um na Galeria Inox, no Cassino Atlântico.

Publicidade