Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Exposições de Mario Cravo Neto e Laercio Redondo estreiam esta semana

Instituto Moreira Salles abriga panorama do fotógrafo baiano, enquanto a galeria Silvia Cintra + Box 4 recebe individual do artista paranaense

Por Kamille Viola Atualizado em 24 nov 2021, 12h42 - Publicado em 23 nov 2021, 18h21

Neste sábado (27), o Instituto Moreira Salles recebe a exposição Espíritos Sem Nome, dedicada a Mario Cravo Neto. Com curadoria de Luiz Camillo Osorio, a mostra faz um panorama da produção fotográfica do artista baiano, morto em 2009, com as principais séries que ele realizou entre as década de 1960 e 1990. Serão exibidos cerca de 322 itens, incluindo, além de fotos, vídeos, desenhos, álbuns, documentos e instalações. IMS. Cravo Neto foi um dos primeiros fotógrafos a entrar efetivamente no circuito das artes visuais. Pouco a pouco, sua fotografia foi ganhando mais contornos experimentais. Entre os temas que retratou, destaque para a cultura popular e a religiosidade afro-brasileira.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea. Abertura: Sáb. (27), 10h. Ter. a sex., 12h/16h30. Sáb., dom. e fer., 10h/16h. Grátis. Até 24 de abril de 2022. 

+ Museu da História e Cultura Afro-Brasileira é inaugurado na Gamboa

Obra Piso de Linóleo com Pintura
Piso de Linóleo com Pintura: obra de Laercio Redondo na exposição Laercio Redondo/Divulgação

Na quinta (25), a galeria Silvia Cintra + Box 4 inaugura Cartas Para Helio Oiticica, de Laercio Redondo. O artista paranaense, que se divide entre a capital sueca e o Rio, questiona os resíduos modernos e sua função no atualidade. O grupo de trabalhos produzidos entre 1999 e 2021 é composto por obras de parede, objetos e um móbile. São criações que estabelecem relações entre objetos encontrados, como no caso das criações feitas a partir de pedaços de um piso modernista de linóleo achado uma caçamba de lixo em Estocolmo.

Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea. Abertura: Qui. (25), 19h/22h. Seg. a sex., 10h/19h. Sáb., 12h/16h. Grátis.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade