Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Prepare o lencinho: três espetáculos dramáticos aportam no Rio

Para aliviar as tensões, peças como Eu Sempre Soube, com Rosane Gofman, também têm um toque de humor

Por Marcela Capobianco Atualizado em 20 ago 2021, 10h28 - Publicado em 20 ago 2021, 06h00

O premiado monólogo Eu Sempre Soube, com Rosane Gofman, voltou ao Rio para uma temporada no Teatro das Artes, no Shopping da Gávea.

Em cena, a atriz interpreta uma jornalista que resolve dividir com o público, numa palestra, a relação com o filho LGBT. Relatos de angústia, dor e violência são entremeados por palavras de afeto, amor e esperança.

Para escrever o texto, o roteirista Márcio Azevedo conversou com 92 mulheres que passaram por momentos delicados ao ouvir dos filhos a frase “Eu sou gay”.

Rua Marquês de São Vicente, 52, Gávea. Sáb., 20h. Dom., 19h. R$ 40,00. Ingressos pelo divertix.com.br. Até 5 de setembro.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

O Cego e o Louco
O Cego e o Louco: texto engenhoso também garante risadas na plateia Zero8onze/Divulgação

Alexandre Lino e Daniel Dias da Silva dão vida a dois irmãos que moram juntos e reclusos.

O mais velho, Nestor, papel de Lino, é um pintor que parou de trabalhar ao perder a visão. Já o caçula se sente sobrecarregado por ter de cuidar de si e do irmão. A tediosa rotina no apartamento sofre uma reviravolta com a chegada de uma nova vizinha, a quem convidam para um chá.

Continua após a publicidade

Enquanto esperam a visita, traumas do passado vêm à tona.

Com um texto engenhoso, O Cego e o Louco passeia entre a arte e o delírio.

Rua Conde de Bernadote, 26, Leblon. Qui., 19h. R$ 50,00. Ingressos pelo sympla.com.br. Até 2 de setembro.

Um Passeio no Bosque
Um Passeio no Bosque: diplomacia no palco Leekyung Kim/Divulgação

Indicado ao Pulitzer, o texto do americano Lee Blessing já passou por mais de sessenta países e ganha montagem carioca no Solar de Botafogo a partir de 3 de setembro.

Um Passeio no Bosque confronta dois diplomatas: um russo (Beto Bellini) a caminho da aposentadoria e um novato idealista dos Estados Unidos (Gustavo Merighi).

Sob a direção de Marcelo Lazzaratto, a dupla traz à tona questões sobre guerra e paz, política armamentista e o impacto devastador de uma possível guerra nuclear.

Rua General Polidoro, 180, Botafogo. Sex. e sáb., 20h. R$ 40,00. Ingressos pelo solardebotafogo.com.br. Até 25 de setembro.

Continua após a publicidade

Publicidade