Clique e assine por apenas 7,90/mês

Dez atrações bacanas na Rock Street

Conheça os locais imperdíveis da rua mais charmosa da Cidade do Rock

Por Saulo Guimarães - Atualizado em 2 jun 2017, 12h26 - Publicado em 19 set 2015, 18h27

Pode-se dizer que a Rock Street é um recanto de paz em meio à confusão da Cidade do Rock. Com prediozinhos homenageando a arquitetura brasileira na edição deste ano, a rua, que nexta sexta edição está com 150 metros de extensão e conta com performances de dança de salão, capoeira, bumba-meu-boi e baianas, já virou tradição no festival. A seguir, listamos 10 pontos ao longo dela que valem a visita.

+ Saiba tudo sobre o Rock in Rio 2015

1) Palco Rock Street

De longe, parece que estamos olhando para os Arcos da Lapa. E a intenção é essa mesmo. Com programação variada, o local tem uma atmosfera legal e descontraída. No show de João Donato de sexta (18), seu filho Donatinho estava na platéia curtindo com o público. Isso já dá uma dimensão do clima de jam session deste espaço especial.

+ Primeiro casamento é celebrado na Cidade no Rock

2) Xtreme


xtreme
xtreme

Publicidade

Dá pra ver de longe as luzes desse enorme brinquedão no fim da Rock Street. É uma versão turbinada do gira-gira, nosso velho conhecido dos parques de diversões. Quem quiser ir pode entrar na fila e agendar uma volta na atração. Quem já foi diz que o roda-roda vale a pena.

+ Acompanhe o Instagram de VEJA RIO e confira nosso giro pelos brinquedos e pela Cidade do Rock

3) Buggy


buggy rock street
buggy rock street

Publicidade

Um dos poucos carros (se não o único) estacionado dentro da Cidade do Rock está parado na Rock Street. Trata-se do buggy placa LJE-6672, de Saquarema. Uma prancha de surf na parte de dentro dá o tom praieiro e o lugar vazio do motorista convida para uma foto tirando onda. O local virou ponto de encontro e, principalmente, de descanso. Visite antes que o reboque passe por lá.

4) Zona relax


zona relax
zona relax

Publicidade

Às vezes, tudo que a gente mais quer num festival de rock é um lugar para sentar e descansar. Saiba que esse lugar existe e fica na Rock Street. Com mesinhas e bancos para sentar, o gramadinho pode servir até mesmo para um cochilo, no caso dos mais cansados.

5) Orelhão


orelhao rock street
orelhao rock street

Publicidade

Pode parecer inusitado, mas uma das atrações da Rock Street é um… orelhão. O telefone público instalado na Cidade do Rock faz chamadas gratuitas para números locais e pode quebrar um galho na hora H. Além disso, há no espaço um local com várias tomadas para quem quiser recarregar o celular.

6) Cantão


fundao rock street
fundao rock street

Publicidade

Os fundos da Rock Street é a dica para quem quiser pegar uma bebida com rapidez. Por lá, existe um barzinho e algo raro nessa imensa Cidade do Rock: espaço vazio. Resumindo, o local (escondido sob as patas da aranha) é uma ótima opção para quem quiser esfriar a cabeça entre um show e outro tomando água, refrigerante ou energético.

7) Lojinha


lojinha rock street
lojinha rock street

Publicidade

A lojinha da Rock Street é um bom passeio para quem tem dinheiro e quiser se distrair um pouco. Um saco com duas fitinhas do Bonfim com a frase “Eu Fui” não sai por menos de cinco reais e há bonés à venda por 90 reais. Uma das mocinhas que atende no local garante que a procura está sendo grande. Corra e garanta sua lembrancinha!

8) Pé na jaca

A Rock Street é um ótimo lugar para quem está com fome e pensa em comer bem. No local, estão à venda sanduíches de costela e outras iguarias para faminto nenhum botar defeito. Apesar do preço alto de pratos como o feijão amigo (que está custando 15 reais), os quitutes são bem convidativos.

9) Naturebas

frutas rock street
frutas rock street

+ 10 lanches saudáveis no Rock in Rio

Quem não se identificou muito com o último tópico deve curtir mais esse. Isso porque não faltam pratos mais leves na Rock Street também. Um exemplo são os sanduíches de atum, à venda por 14 reais. Além disso, sucos (R$ 14,00) e tortas integrais de banana (R$ 10,00) chamam a atenção. Para quem ainda acha tudo isso muito pesado, há a opção de comprar maçã, kiwi e outras frutas, que saem por 2 reais cada uma no local.

10) Palco Aranha


palco aranha
palco aranha

Publicidade

Sob as seis patas da aranha, quem faz a festa são os fãs da música eletrônica. O bate-estaca rola sem parar e sem aperto, com espaço para todo mundo dançar. Pelo menos assim foi na sexta (18), primeiro dia de festival. Quem curte o som não pode perder e precisa ir até o local, no fim da Rock Street.

Publicidade