Continua após publicidade

Crítica: última peça da Trilogia Mamet perde potência

Diretor Gustavo Paso leva à cena "Hollywood"

Por Renata Magalhães
Atualizado em 3 jun 2017, 14h15 - Publicado em 3 jun 2017, 14h15

 Hollywood. À frente da Cia Teatro Epigenia, o diretor Gustavo Paso levou à cena três textos do americano David Mamet. Enquanto Oleanna (2014) e Race (2015) levantaram importantes discussões sobre poder e justiça, a montagem em cartaz no Teatro Poeira mostra menos potência. O embate frenético entre os atores revela-se cômico às vezes, mas cansativo na maior parte do tempo. A trama sobre o produtor de cinema que decide mudar de vida após uma noite com a secretária (Luciana Fávero, na foto) ainda se arrisca a reforçar estereótipos machistas. Como dois produtores, o protagonista Cláudio Gabriel e Gustavo Falcão (que se reveza com Ricardo Pereira) mostram entrosamento (75min). 14 anos. Rua São João Batista, 104, Botafogo. Quinta a sábado, 21h; domingo, 19h. R$ 60,00 a R$ 70,00. Até o dia 25.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.