Clique e assine por apenas 4,90/mês

Crítica: mostra apresenta as transformações do tempo no Oi Futuro

Ponto alto fica por conta de um jardim zen construído no Aterro do Flamengo

Por Renata Magalhães - 13 out 2017, 13h00

 Dois artistas que abordam marcas da passagem do tempo dividem a mostra Outras Ideias, em cartaz no Oi Futuro. O japonês Makoto Azuma exibe uma escultura botânica: dentro de um espaço envidraçado, flores vêm, desde a abertura, em 12 de setembro, apodrecendo diante do público. Vídeos curtos (duração providencial, já que o cheiro do recinto é duro de aguentar) apresentam outros projetos inusitados de Azuma, como as incríveis árvores bonsai que ele envia para o local. Daniel Arsham, americano, é o autor de obras destruídas, de tons monocromáticos, representações de ruínas curiosas como Telefone Público (foto). Perto dali, no Aterro, na altura do antigo restaurante Porcão, ele também construiu um jardim zen, ambiente instigante em que objetos do cotidiano aparecem petrificados. Ao lado, um tapete de flores instalado por Azuma já secou e virou, digamos, point da cachorrada. Faz parte do conceito, ao que tudo indica. Oi Futuro. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 5 de novembro.

Publicidade