Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Crítica: boa peça no Sesc Tijuca leva à cena suspeita de abuso

Espetáculo do catalão Josep Maria Miró é estrelado por Cirillo Luna e Helena Varvaki

Por Renata Magalhães 15 set 2017, 10h30

Após confortar um de seus alunos da turma infantil com um beijo, o professor de natação Rubens tem sua integridade questionada. A suspeita de abuso norteia o premiado texto do catalão Josep Maria Miró, cujo mérito maior é a desconstrução da trama. Em cena, os tempos narrativos são desenvolvidos como em um quebra-cabeça que tira o espectador do lugar passivo e o leva a buscar entender, junto com os atores, o que realmente aconteceu. A cenografia de Cláudio Bittencourt reforça o jogo. Na pele do professor suspeito, Cirillo Luna oferece contrastes interessantes ao lado de Helena Varvaki, a dona da escola que esconde segredos (ambos na foto). Em atuações equilibradas, Gustavo Wabner e Sávio Moll completam o elenco, dirigido com leveza por Daniel Dias da Silva (80min). 16 anos. Sesc Tijuca. Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca. Sexta a domingo, 20h. R$ 25,00. Até 1º de outubro.

Publicidade