Clique e assine por apenas 4,90/mês

Crítica: Aloisio de Abreu diverte público com bufê de humor

"Falando Frangamente" segue em temporada até o final de julho

Por Renata Magalhães - 27 Maio 2017, 15h45

✪✪✪ Falando Frangamente. A música alta aos cuidados do DJ LC Ambient já dá uma pista do que vem por aí. No centro do pequeno palco, Aloisio de Abreu dança e cumprimenta quem chega. Quando o último espectador se acomoda, o ator avisa: “Tudo é livre”. E então começa a divertida sessão, mistura de stand-up comedy, paródias musicais e imitações — formato semelhante ao da série de espetáculos Subversões, sucesso cult dos anos 90, com Abreu, Marcia Cabrita e Luis Salem. Simples, o cenário de Beli Araújo orienta a montagem: um quadro-negro anuncia os assuntos que ali serão abordados. Cenas curtas sobre filosofia, sexo e hábitos alimentares deixam claro como Aloisio se diverte com o próprio texto, recheado de algumas piadas mais engraçadas do que outras, mas com humor para todos os gostos (70min). 16 anos. Casa de Cultura Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema. Quinta, às 21h. R$ 30,00. Até 26 de julho.

Publicidade