Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coutinho pode vir a ser parceiro de Neymar no PSG

Clube parisiense pode desembolsar até R$ 1,250 bilhão pelo jogador

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 9 jul 2018, 15h53 - Publicado em 9 jul 2018, 15h28

Após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo da Rússia, as negociações em torno dos jogadores brasileiros andam a todo vapor. Depois do volante Paulinho acertar seu retorno à China após atuações sem brilho no Mundial, Philippe Coutinho também pode estar deixando Barcelona, mas com destino a Paris.

Com um bom desempenho na Rússia, o meio-campista virou alvo do endinheirado PSG, clube de Neymar, que estaria disposto a pagar até 270 milhões de euros (cerca de R$ 1,250 bilhão) pelo jogador revelado nas divisões de base do Vasco, segundo o diário espanhol “Mundo Deportivo”

Caso a venda se confirme, Coutinho, que está com 26 anos, seria a maior transferência da história do futebol mundial, ultrapassando o próprio companheiro de seleção e talvez futuro parceiro de equipe. Quando contratado pelo clube francês, Neymar custou 22 milhões de euros (R$ 814 milhões, em câmbio da época).

 

Publicidade