Clique e assine por apenas 4,90/mês

Confira 54 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

Um guia com programas para se divertir sem gastar dinheiro, com teatro, exposições e muito mais

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 2 jun 2017, 12h24 - Publicado em 9 out 2015, 17h39

TEATRO

Rosencrantz e Guildenstern Estão Mortos

O inglês Tom Stoppard assina a comédia dramática. No centro das atenções estão os dois personagens do título, coadjuvantes de Hamlet, clássico de Shakespeare. Breno Sanches (também diretor), Hugo Souza e Leonardo Hinckel estão no elenco. A supervisão geral é de Cesar Augusto (80min). 16 anos.

Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho — Castelinho do Flamengo (30 lugares). Praia do Flamengo, 158, Flamengo, ☎ 2205-0655. → Quinta a domingo, 20h. Grátis. Até 18 de outubro.

A Visita da Velha Senhora


A Visita da Velha Senhora
A Visita da Velha Senhora

No drama do suíço Friedrich Dürrenmatt (1921-1990), a mulher mais rica do mundo, Claire Zahanasian (Maria Adélia), volta à sua cidade natal anos depois de ter sido expulsa por conta de uma gravidez. Direção de Sílvia Monte (120min, com intervalo). 14 anos. Reestreou em 6/8/2015.

Centro Cultural do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro — Sala Multiúso (54 lugares). Rua Dom Manuel, 29, Centro, ☎ 3133-3366. Quinta a sábado, 19h. Grátis. Senhas distribuídas a partir das 18h30. Até 31 de outubro.

ESPECIAL

Semana Carioca de Saúde Complementar

Chega de correria, é hora de prestar atenção na sua saúde. De sexta (9) a domingo (11), acontece no shopping Downtown, na Barra, um evento gratuito que apresentará técnicas e práticas naturais para o bem-estar, recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Terapeutas naturopatas credenciados estarão disponíveis em estandes, em horário integral, para apresentar recursos naturais como plantas, ervas, massagens e alimentos que podem evitar o uso de medicamentos e até mesmo a realização de cirurgias, pois ajudam na manutenção da imunidade do organismo.

Cerca de cem técnicas naturais são reconhecidas pela OMS, e há muitos países, como o Brasil, que incentivam a disseminação dessas práticas por meio de políticas públicas. Tanto a Lei 5.471 de 29 de Setembro de 2009, no Estado do Rio de Janeiro, quanto a portaria 971 do Ministério da Saúde de 03 de maio de 2006 estimulam a criação de meios para que toda a população tenha acesso a terapias naturais via Sistema Único de Saúde (SUS).

Semana Carioca de Saúde Complementar. De sexta (9) a domingo (11), das 9h às 20h. Avenida das Américas, 500, shopping Downton. Grátis.

Roteiros Geográficos do Rio

Cenários de importantes momentos da história do país serão visitados neste domingo (11), como parte da programação do projeto “Roteiros Geográficos do Rio”. O encontro está marcado para as 11h e será coordenado pelo professor João Baptista Ferreira de Mello, que dará informações sobre os locais. O ponto de partida será em frente ao antigo Edifício A Noite, seguindo para o Largo de São Francisco, Pedra do Sal, obras do Porto Maravilha e finalizando nos Jardins Suspensos do Valongo. 

Em caso de mau tempo, a programação será remarcada. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (21) 98871-7238 ou pelo e-mail roteirosgeorio@uol.com.br.

Dramaturgia

O submundo retratado com poesia pelo dramaturgo Plínio Marcos é celebrado em ciclo de leituras. A cada semana, atores como Dida Carrero e Emiliano Queiroz vão ler textos do autor de Navalha na Carne, que completaria 80 anos em 2015.

Casa da Gávea. Praça Santos Dumont, 116, Gávea, ☎ 2239-3511. A partir de segunda (5), 21h. Grátis. Até o dia 26.

Por Dentro do Palácio


Palácio da Justiça
Palácio da Justiça

O Antigo Palácio da Justiça abre as portas para uma visita lúdica e informativa. Guiados por atores que interpretam o jurista brasileiro Ruy Barbosa e Têmis, a deusa grega das leis e dos juramentos, os visitantes podem conhecer as instalações do palácio, no Centro do Rio, e suas histórias nas visitas teatralizadas.

Antigo Palácio da Justiça. Rua Dom Manuel, 29, Centro. Tel: 3133-3366 / 3133-3368. Sábado (3). Grátis (distribuição de senhas no local, 15 minutos antes de cada sessão).

Oi Kabum!

Oficinas, palestras e eventos fazem parte da programação da mostra Co.Mo.Ver, que começa nesta segunda (31). O projeto traz os projetos artísticos e sociais feitos por jovens de baixa renda na incubadora Oi Kabum! Escola de Arte e Tecnologia. No evento, cursos misturam gerações, classes sociais e regiões da cidade em temáticas como “Comunidade + Mundo”, “Tradição + Inovação” e “Experiência + Juventude”.Clique para saber mais.

Transformers


Transformers
Transformers

Os admiradores do universo Transformers podem conferir a mostra internacional inédita composta por nove esculturas gigantes dos personagens mais marcantes da saga. O acervo é assinado por artistas plásticos chilenos que produziram alguns dos itens com peças de carros reciclados.

ParkShoppingCampoGrande. Estrada do Monteiro, 1200, Campo Grande. Até 25 de outubro.

P.E.R.I.F.É.R.I.C.O

A quarta edição do projeto P.E.R.I.F.É.R.I.C.O começa nesta sexta (2) com a proposta de promover um encontro internacional de artes e cultura – à margem do mercado cultural estabelecido. Até o próximo dia 10, espetáculos teatrais, oficinas, shows musicais, exposições de artes plásticas e lançamentos de publicações dividem a programação com as residências artísticas – momento onde os grupos realizam pesquisas, troca de informações e práticas em performance e música. Além do Rio de Janeiro, os coletivos que estão participando do evento vêm da Bolívia, Espanha, Sergipe e Mato Grosso do Sul. Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público no Espaço Cultural Escola Sesc. Clique para saber mais.

Food Bike do Pimentinha

Em comemoração ao dia das crianças, pais e filhos poderão se deliciar na feira de food bikes no Shopping Rio Design Barra, que começa nesta quinta (1º). No evento gastronômico produzido pela chef Patricia Metre, produtos fitness sem açúcar, glúten e lactose estarão presentes no cardápio dos 10 participantes. O horário de funcionamento do Food Bike Pimentinha é de segunda à domingo, de 10h às 22h, até o próximo dia 12 de outubro. Clique para saber mais.

CRIANÇAS

Circo no Shopping Leblon

As atividades incluem uma apresentação circense promovida pela companhia Up Leon e a circulação de triciclos com balas, chocolates e tatuagens, em parceria com a Animasom. Shopping Leblon: Avenida Afrânio de Melo Franco 290, Leblon, (21)2430-5122. Segunda-feira (12/10), 16h-20h. Grátis.

2º Festival de Arte Pública

Pais e filhos já podem reservar o fim de semana para curtir um programa cultural na Zona Norte da cidade. É que começa nesta sexta (9) a segunda edição do Festival Carioca de Arte Pública, quando teatro em cordel, oficinas e espetáculos para adultos e crianças tem encontro marcado na Praça Santa Emiliana, na Penha. O evento contará também com apresentações de “artistitas públicos” até domingo (11). Um microfone ficará a disposição do público para possíveis intervenções.

Sábado (10), a partir das 18:30h:

– Cia de Mystérios e Novidades – oficinas peripatéticas

Domingo (11), a partir das 18:30h:

– Cia de Mystérios e Novidades – oficinas peripatéticas com participação de Edmilson Santini – teatro em cordel com o espetáculo “Macunaíma”/ Orquestra OPAM

Dia das Crianças com Alice no País das Maravilhas

Os 150 anos da obra-prima de Lewis Carroll são celebrados com atividades lúdicas, como narração de histórias, jogos, oficinas e encenação. Rec. a partir de 3 anos.

Cidade das Artes — Esplanada. Avenida das Américas, 5300, Barra da Tijuca, ☎ 3325-0102. Domingo (11), 14h às 18h. Grátis. Até o dia 12.

✪✪✪ Mafalda na Sopa


Mônica-Mafalda
Mônica-Mafalda

A mostra em homenagem aos 50 anos de Mafalda mergulha no universo da personagem de quadrinhos criada em 1964 por Quino, 83 anos. O acervo inclui esboços originais do desenhista argentino, muita informação, tirinhas, fotos de grafites inspirados pela HQ e homenagens de outros artistas — entre eles, o conterrâneo Liniers e o brasileiro Mauricio de Sousa. A garotada encontra ainda uma divertida oficina de criação no 1º piso.

Biblioteca Parque Estadual. Avenida Presidente Vargas, 1261, Centro. → Terça a sábado, 11h às 19h. Grátis. Até 24 de outubro.

Museu Naval

Com as obras de demolição da Perimetral na Praça XV, os passeios que antes saíam do Espaço Cultural da Marinha agora partem do Museu Naval, ali perto, onde também se encontra a exposição O Poder Naval na Formação do Brasil. De lá os grupos seguem, aos sábados e domingos, para uma volta de barco pela Baía de Guanabara, passando por dezessete pontos turísticos. De ônibus, a visita é à Ilha Fiscal, local do último baile do Império, em 1889 — cenários com informações sobre a ilha foram reformulados recentemente. Rec. a partir de 2 anos.

Museu Naval. Rua Dom Manuel, 15, Centro, ☎ 2532-5992 (seg. a sex.) e 2104-5506 (sáb. e dom.). Terça a domingo, 12h às 17h. Grátis. Passeio de barco (70 lugares): sábado e domingo, 13h15 e 15h15. R$ 20,00. Ilha Fiscal (60 lugares): sábado e domingo, 12h30, 14h e 15h40. R$ 20,00.

Museu Aeroespacial

Do teco-teco a velozes jatinhos, passando por uma réplica do pioneiro 14-Bis, a história da aviação se encontra guardada nesta tradicional e ampla instituição inaugurada em 1976. A principal atração é a exposição permanente de noventa aeronaves, mas também são exibidos motores usados nas duas guerras mundiais, além de objetos e documentos sobre a vida e a obra de Santos Dumont. Completa a visita a mostra Edu Chaves — Época Heroica da Aviação, sobre o piloto Eduardo Pacheco Chaves (1887-1975), aviador civil pioneiro no voo entre as cidades do Rio e de São Paulo. Rec. a partir de 3 anos.

Museu Aeroespacial. Avenida Marechal Fontenelle, 2000, Campo dos Afonsos, ☎2108-8955. Terça a sexta, 9h às 15h. Sábado, domingo e feriados, 9h30 às 16h. Grátis.

Arena Infantil Rio 2016

O circuito conta com diversas atrações interativas, conteúdo informativo e entretenimento. Em um monitor, serão apresentados alguns vídeos com informações sobre atletas e competições. As crianças poderão se divertir também com um teste de personalidade esportiva. EAlém de um pódio para fotos, a atração terá um espaço para um quiz com três esportes olímpicos.  O espaço infantil da Arena Kids voltado para crianças de 5 a 12 anos terá atrações referentes às modalidades olímpicas e paralímpicas.

Via Parque. Av. Ayrton Senna, 3000, Barra da Tijuca. Segunda a sexta e domingos, 13h às 21h; sábados, 12h às 22h.

Diversão com a Galinha Pintadinha

O projeto consiste em um circuito de atividades recreativas, como o pula-pula, piscina de bolinhas, ovinhos giratórios, criar desenhos coloridos no espaço para pinturinhas e, por fim, será possível se encontrar com a própria personagem na casa da Galinha Pintadinha.

Shopping Via Brasil. Rua Itapera, 500, Irajá. Sábado e Domingo das 14h às 20h; Dia 12 – Dia das Crianças, 15h às 21h. (Intervalos de 30 min entre as apresentações). Até 31 de outubro.

Circo do Topetão

O evento contará com oficinas de mágica, malabares e pintura; camarins com figurinos circenses e maquiagens; painel para fotografias; espetáculos e contação de histórias, além de shows e apresentações de palhaços. Topetão fará a alegria dos pequenos no dia 10. Ele e sua turma vão apresentar show com muita música, dança e acrobacia. A entrada do evento é gratuita e ele estará localizado na praça de eventos do shopping.

Ilha Plaza. Av. Maestro Paula e Silva, 400, Ilha do Governador. Segunda à sexta, 13h às 17h; sábados e domingos, 12h às 21h. Até 12 de outubro.

Oficina do Peter Pan

No local, os participantes terão a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história de um dos clássicos mais famosos da literatura infantil e participar de diversas atividades. Entre as atrações, a área de ‘Espadas do Peter Pan’, em que os baixinhos poderão confeccionar espadinhas fictícias. Na Busca ao Tesouro Perdido, os participantes precisam encontrar as chaves mágicas no baú do tesouro. Já no Lago das Sereias, a diversão é garantida na piscina de bolinhas. O ‘Painel de Fotos’, permite ao público registrar o momento em um cenário interativo, que simula o desenho animado. O ambiente ainda conta com outros jogos e brincadeiras.

Riosul. Rua Lauro Müller, 116, Botafogo. Segunda a sexta, 11h às 21h; sábados, 11h às 22h; domingos e feriados, 14h às 21h. Até 12 de outubro.

Oficina Play-Doh

Na estação Diggin´Rigs, as crianças exploram a temática da construção civil e da engenharia, com tratores, caminhões, tijolos, obstáculos e muito mais. Já na Sweet Shoppe, a garotada vira especialista em cores e formas. No Arremesso Inventado é a vez de usar a imaginação para criar uma nova função para os potes de massinha. A última parada no circuito é no Laboratório de Modelagem, onde participam de uma atividade muito criativa.

Madureira Shopping. Estrada do Portela, 222, Madureira. Diariamente, 14h às 20h.

Gloob Para Brincar

Em um espaço de 64 metros quadrados, os pequenos vão poder se divertir com diferentes­ atividades temáticas dos programas de maior sucesso do canal, como: Gaby Estrella, Detetives do Prédio Azul e Osmar – A primeira fatia do pão de forma. O projeto, que é gratuito e destinado às crianças entre 4 e 10 anos. Durante as oficinas, as crianças poderão demonstrar toda sua criatividade, seja na oficina de arte, na pintura, ou no karaokê. Além de instigar a inteligência com o jogo da memória dos Detetives do Prédio Azul e o quebra-cabeça do Osmar, atrações de sucesso do canal.

Américas Shopping.  Av. das Américas, 15.500, Recreio (esq. com Benvindo de Novaes). Domingo a sexta, 13h às 21h; sábados, 10h às 22h. Até 18 de outubro.

EXPOSIÇÕES

Mostra 3M de Arte Digital

Após cinco edições bem-sucedidas em São Paulo, pelas quais circularam 150 000 visitantes, a Mostra 3M de Arte Digital estreia no Rio, a partir de sexta (9) na Fundição Progresso. Com curadoria de Claudia Giannetti, que já dirigiu instituições como o Mecad (Media Centre of Art & Design), na Espanha, a exposição tem como tema “WhatsAppropriation — A Arte de Revisitar a Arte”. A partir desse mote, os 22 artistas convidados, oriundos de treze países, dialogam, em seus trabalhos, com grandes nomes da história da arte. Agrupadas por temas em sete salas do 1º andar, serão exibidas 32 obras em suportes digitais e audiovisuais. Uma delas é a fotografia Asado (2001), do argentino Marcos López, atração no espaço Iconografias. Trata-se de uma versão burlesca para o clássico afresco religioso A Última Ceia, de Leonardo da Vinci. Trabalhos dos brasileiros Cao Guimarães, Nelson Leirner e Vik Muniz, entre outros, integram o acervo.

Fundição Progresso. Rua dos Arcos, 24, Centro, ☎ 3212-0800. 10h às 18h. Grátis. Até o dia 25. A partir de sexta (9).

Barrão

Com curadoria de Felipe Scovino, o artista carioca exibe pela primeira vez, na mostra Fora Daqui, cerca de cinquenta obras de gesso e resina, todas brancas, feitas especialmente para o local.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 15 de novembro. A partir de sexta (9).

Chris Von Steiner


Chris Von Steiner
Chris Von Steiner

Em sua primeira individual no Brasil, intitulada O Objeto Escuro: Desejo, o artista visual francês apresenta quarenta trabalhos, entre desenhos e pinturas digitais, produzidos de 2003 a 2014. Suas criações contemplam ícones pop do universo infantil e da música, além do cinema e da TV.

Oi Futuro Ipanema. Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3131-9333, ↕ General Osório. → Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 15 de novembro. A partir de sábado (10).

Jaime Lauriano

Contemplado com o Prêmio CCBB Contemporâneo, o artista paulistano faz sua primeira individual no Rio. Nesta Terra, em Se Plantando, Tudo Dá fundamenta-se em pesquisas sobre a formação do Estado brasileiro, com foco na disputa de terra entre a iniciativa privada, o governo e a população em geral. A obra-título da mostra é uma muda de pau-brasil, que cresce em uma estufa até destruir a estrutura que a abriga. Há ainda outros quatro grupos de trabalho, compostos de manchetes de jornais impressas sobre placas de madeira, desenhos e textos ilustrados, entre outros elementos.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020 → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até 9 de novembro. A partir de quarta (7).

Tuku Iho: Legado Vivo Maori

Organizada pela Embaixada da Nova Zelândia e pelo Maori Arts & Craft Institute (MACI), é a maior mostra já realizada nas Américas sobre a arte e a cultura do povo maori, oriundo daquele país. Após temporada em Santiago, no Chile, e em Buenos Aires, capital argentina, a exposição reúne por aqui mais de 100 objetos produzidos pelos nativos, entre esculturas de madeira, pounamu (jade), ossos, bronze e linho. Espaço Tom Jobim. Rua Jardim Botânico, 1008, ☎ 2274-7012. 10h às 18h. Grátis. Até o dia 25. A partir de sexta (9).

Casa Cidade Mundo — A Beleza Possível Módulo I

Por força do ofício, arquitetos buscam, no dia a dia, soluções para problemas ligados a temas como habitação e desenvolvimento urbano. A essa categoria profissional, jun­tam-se artistas plásticos na lista de 57 autores dos 100 trabalhos que compõem a mostra Casa Cidade Mundo — A Beleza Possível Módulo I, em cartaz a partir de sábado (3), às 11 horas, no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Idea­lizada pelo Instituto Casa (Convergências da Arte, Sociedade e Arquitetura), com curadoria de Evandro Salles, a exposição aborda a ideia embutida em seu título através de desenhos, fotos e projetos arquitetônicos. Completam a seleção obras de nomes conhecidos, como Lygia Clark, Rubens Gerchman, Cildo Meireles e José Bechara — o autor de Duas de Você, da série Open House (2013), feita com madeira e látex.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. → Segunda, quarta e sexta, 12h às 20h; terça, quinta, sábado e feriados, 10h às 18h. Grátis. Até 14 de novembro.

Cuba — Ficción y Fantasía

Além de muito bem montada, a coletiva merece a visita por outro motivo: foi escalada como a última exposição da Casa Daros, inaugurada com festa em 2013, após longo processo de restauro do belo e histórico casarão neoclássico datado do século XIX. Seus salões exibem cerca de 130 obras de quinze artistas cubanos, produzidas entre 1975 e 2008 e pinçadas da Coleção Daros Latinamerica, em Zurique, pelos curadores Hans-Michael Herzog e Katrin Steffern. Entre os destaques do acervo, que contempla diversos suportes, está Granada de Mano (2004), enorme e inofensiva bomba de madeira assinada pelo coletivo Los Carpinteros. Também atraem o olhar do visitante trabalhos como uma série de desenhos bem-humorados e a instalação El Bloqueo (1989-1993), ambos de Tonel. A segunda criação, construída com blocos de concreto, representa o mapa de Cuba. Tirem suas conclusões.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 11h às 19h; domingo, 11h às 18h. R$ 14,00. Grátis para crianças de até 12 anos e às quartas. Meia-entrada para idosos e estudantes com mais de 12 anos. A bilheteria fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 13 de dezembro.

Elifas Andreato, 50 Anos

Cerca de oitenta trabalhos, entre cartazes de teatro, capas de discos, revistas e outros projetos, estão na mostra que celebra os 50 anos de carreira do artista paranaense.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 29 de novembro.

Jardim de Memórias — Parque do Flamengo 50 anos

A exposição comemorativa do cinquentenário da monumental obra de Affonso Eduardo Reidy, Lota de Macedo Soares e Roberto Burle Marx reúne quase uma centena de reproduções fotográficas que registram a construção do Aterro, além de desenhos de Burle Marx, plantas de arquitetura e vídeos, entre outros trabalhos.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 29 de novembro.

Adrianna Eu

Carioca, Adrianna Rabello Pereira Rodrigues Alves formou-se na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV). Mais conhecida como Adrianna Eu, fez carreira norteada pelo intuito de provocar reflexão. Seu nome artístico de certa forma inspira a individual O Mergulho de Narciso, em cartaz a partir de sexta (25) na Luciana Caravello Arte Contemporânea, em Ipanema. A mostra reúne dezoito obras produzidas desde 2005, entre objetos e fotografias nos quais a presença de espelhos é o elemento comum. Da série intitulada O Lago dos Cisnes (2015), estarão expostas quatro fotografias. Uma delas promete provocar impacto: espelhos antigos, emoldurados, são colocados sobre o chão de uma floresta, em torno de uma menina vestida de branco, e refletem o céu e a copa das árvores. Outro destaque na seleção, a série de 2014, batizada com o título da mostra, exibe seis peças que combinam espelhos com cristais. R$ 4 000,00 a R$ 24 000,00.

Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema, ☎ 2523-4696. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 15h. Grátis. Até 17 de outubro.

Veias

O sueco Anders Petersen e o dinamarquês Jacob Sobol são os autores das 165 fotografias documentais na mostra, todas em preto e branco. As imagens — algumas em ampliações de até 2,5 metros — retratam marginalizados pela sociedade, como alcoólatras, viciados em drogas e prostitutas.

Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 8 de novembro.

Opinião 65 — 50 Anos

Meio século depois de sua estreia, a histórica mostra Opinião 65 é revisitada por dois endereços. O MAM abriga 57 obras de artistas que participaram da exposição original. Já a Pinakotheke exibe todos os trinta participantes da montagem original. São nomes como Wesley Duke Lee, Hélio Oiticica e Rubens Gerchman.

Pinakotheke Cultural. Rua São Clemente, 300, Botafogo, ☎ 2537-7566. → Segunda a sexta, 10h às 18h. Sábado, 10h às 16h. Grátis. Até 31 de outubro.

TRIO Bienal

Com obras de 160 artistas de 44 países, o evento acontece até novembro em onze centros culturais e museus da cidade. Entre os muitos nomes de peso reunidos estão Marina Abramovic, Vik Muniz e Anna Bella Geiger. Até 26 de novembro. Confira a programação em triobienal.com/curadoria.

Galeria Índica

O espaço abre suas portas com Boiada de Ouro, individual de Ronald Duarte. Sob a curadoria de Cesar Oiticica Filho, a mostra é formada por fotos de intervenções urbanas elaboradas pelo artista no Rio.

Rua Visconde de Pirajá, 82. Lojas 101 e 117, subsolo. Ipanema. Domingo (13), 16h (inauguração). Terça a sábado, 11h às 19h (visitação). Grátis. Até 26 de outubro.

✪✪✪✪ Claudia Andujar

Tão alto quanto constante, o nível de excelência das mostras de fotografia realizadas no Instituto Moreira Salles já se tornou uma marca do endereço. A situação segue inalterada na individual da consagrada artista suíça, radicada no Brasil na década de 50. Resultado de uma pesquisa de dois anos no arquivo da fotógrafa, No Lugar do Outro traz um apanhado de sua trajetória desde a chegada a São Paulo — cidade que ela clicou para instigantes ensaios experimentais, com uso de filme infravermelho, entre outros recursos. Uma das salas é dedicada à série Famílias Brasileiras, de registros do cotidiano de quatro grupos: uma família baiana, dona de próspera fazenda de cacau, outra de classe média paulistana, a terceira formada por pescadores, isolada em uma praia de Ubatuba, em São Paulo, e, por fim, um clã mineiro de profundos valores religiosos. Especialmente interessante é a produção da fotógrafa para a revista Realidade, onde trabalhou de 1966 a 1971. Nesse lote encontram-se registros impactantes do trabalho do médium Zé Arigó em Congonhas do Campo, Minas Gerais. Sua rotina incluía impressionantes operações a sangue-frio. Fotografias de natureza feitas durante as primeiras viagens de Claudia à Amazônia, no começo dosanos 1970, algumas de contornos quase abstratos, completam o acervo.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 15 de novembro.

✪✪✪ Pernambuco: o Primeiro Retrato do Brasil

Datam de meados do século XVII as primeiras representações pictóricas de paisagens brasileiras — no caso, de Pernambuco, retratado de forma pioneira por Frans Post (1612-1680), integrante da comitiva holandesa que, comandada pelo conde Maurício de Nassau, aportou por aqui em 1637. Um alentado panorama de cenários daquele estado, em obras criadas ao longo de mais de 300 anos, compõe o acervo exibido nesta coletiva, sob a curadoria de Marcus de Lontra Costa. O próprio Post integra a seleção de mais de vinte nomes, com o belo óleo Engenho de Açúcar, o item mais antigo presente na mostra. Paisagens serenas reproduzidas em pinturas de Gilvan Samico, Telles Junior (1851-1914) e Francisco Brennand dividem espaço com um vibrante óleo sobre madeira no qual Tereza Costa Rêgo retrata a famosa Batalha dos Guararapes, conflito ocorrido entre 1848 e o ano seguinte, que pôs em lados opostos o Exército da Holanda e os defensores do império português no local onde hoje fica o município de Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana do Recife. Trabalhos de Lula Cardoso Ayres (1910-1987) fogem da temática paisagística em prol de personagens de manifestações culturais típicas do Nordeste, como o maracatu e o pastoril. A questão social aparece em gravuras do álbum Meninos do Recife, lançado em 1962 por Abelardo da Hora (1924-2014). Nele, o artista denuncia a miséria por meio da representação de crianças esquálidas. Cícero Dias (1907-2003) tem presença marcante em treze criações, incluindo telas que evocam o clima algo onírico do pintor russo Marc Chagall, com direito a figuras voadoras, como se vê em Bicicleta (1983).

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 4 de outubro.

Quarta-Feira de Cinzas

Luisa Duarte assina a terceira mostra do programa Curador Visitante, na EAV do Parque Lage. Cinthia Marcelle, Claudia Andujar, Marilá Dardot, Matheus Rocha Pitta, Mauro Restiffe e Miguel Rio Branco são alguns dos artistas reunidos.

Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico,☎ 3257-1800. → Segunda a quinta, 9h às 19h; sexta a domingo, 9h às 17h. Grátis. Até 8 de novembro.

Wanda Pimentel

Em Geometria/Flor, a artista exibe cerca de 35 obras pertencentes à série de mesmo nome, iniciada há dois anos.

Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎2274-3873 e 2540-6446. → Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 17 de outubro.

Daniel Senise

Questões ligadas à memória são evocadas em Quase Aqui, individual que o carioca Daniel Senise, um dos nomes mais destacados da chamada Geração 80, abre na sexta (28), no Oi Futuro Flamengo. Com quatro obras exibidas, a série que dá nome à mostra é um exemplo disso: as criações são mesas de trabalho do próprio Senise, com um retângulo no centro feito com tinta a óleo branca, rodeado por marcas residuais de pinturas anteriores. Na instalação Caminhante, uma referência a Caminhante sobre o Mar de Névoa, conhecida obra do alemão Cas­par David Friedrich (1774-1840), o artista retira o gesso que reveste as paredes e janelas originais do edifício, o que revela detalhes ocultos do prédio de 1918. Também inspirada por lembranças do passado, a videoinstalação Mundial traz projetada uma fotografia do quarto em que Senise passou a juventude. Completa o acervo um painel, sem título, de 3 metros por 12 metros, na entrada da instituição.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ↕ Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 23 de outubro.

Anna Bella Geiger

Em Gaveta de Memórias, a artista exibe apenas uma obra, acompanhada por um vídeo documental que revelará todas as etapas da produção do trabalho. Às terças e quartas, às 19h, e aos sábados e domingos, às 17h, o espaço é ocupado também pela performance teatral Solos de Memórias (60min, 12 anos). A entrada é gratuita para a mostra e para o espetáculo.

Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho — Castelinho do Flamengo. Praia do Flamengo, 158, Flamengo, ☎ 2205-0655. Terça a domingo, 10h às 18h. Grátis. Até 18 de outubro.

Cássio Loredano

Habituado a flanar pela cidade — sempre a pé, de táxi ou de ônibus, já que não tem carteira de motorista —, o artista empresta seu ilustre traço a cenas cariocas na mostra Rio, Papel e Lápis, em cartaz no Instituto Moreira Salles. Em 35 belos desenhos, todos em preto e branco, produzidos com grafite, nanquim, esferográfica e aquarela, o conceituado ilustrador retrata o chafariz do Mestre Valentim, o imóvel em Santa Teresa chamado de Casa dos Azulejos, o edifício do Museu de Arte Moderna, a fachada da Confeitaria Colombo, a sede do Botafogo e a do Fluminense, entre tantas outras paisagens. É uma oportunidade rara de ver o superlativo talento de Loredano, colaborador de importantes veículos da imprensa mundial, mais conhecido por suas caricaturas, a serviço de outro tipo de trabalho. Curiosamente, ele foge dos clichês de natureza atribuídos à cidade e investe em obras do engenho humano. Para além da sofisticação do traço, singular em sua harmonia entre detalhismo e despojamento, chama atenção a completa ausência de pessoas nas ilustrações, valorizando ainda maisa beleza das construções.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. Grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 9 de janeiro de 2016.

André De Castro

Em Movimentos, o artista (cujo “De” no nome é grafado com maiúscula) exibe um painel formado por telas em silk screen com retratos de jovens que participaram de manifestações políticas no Brasil e na Turquia, em 2013, nos Estados Unidos, em 2011, e na Grécia, em 2010. Duas séries de trabalhos relacionadas a essa temática também são exibidas.

Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 12 de outubro.

Jacqueline Siano

A artista apresenta uma instalação formada por objetos encontrados na praia, trazidos pelas ondas, como conchas, garrafas e placas. A ideia é propor uma reflexão sobre o sentimento de ausência e a sensação de espera.

Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ↕ Cinelândia. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 4 de outubro.

Novos Talentos: Fotografia Contemporânea no Brasil

Alexandre Mury, Arthur Scovino, Berna Reale, Gustavo Speridião, Luiza Baldan, Matheus Rocha Pitta, Paulo Nazareth, Raphael Couto, Rodrigo Braga e Yuri Firmeza são os artistas que integram esta coletiva de fotógrafos emergentes na cena artística brasileira. Cinquenta trabalhos integram o acervo exposto.

Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 15 de outubro.

✪✪✪✪✪ Rio: Primeiras Poses — Visões da Cidade a Partir da Chegada da Fotografia (1840-1930)

Cerca de 450 imagens, registros do Rio entre meados do século XIX e o início do XX, compõem esta imperdível exposição. Há fotografias de pioneiros como Marc Ferrez, Augusto Malta e Georges Leuzinger. Recursos multimídia permitem a ampliação de parte das imagens. Até 31 de dezembro.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h.

Rio de Janeiro 450 anos: uma história do futuro

A partir desta quinta (6), a Biblioteca Nacional recebe a exposição Rio de Janeiro 450 anos: uma história do futuro. Na mostra, 236 peças, incluindo gravuras, ilustrações, cartas, mapas, fotografias, charges, partituras e outras obras raras contam a história da cidade por meio da arquitetura e urbanismo, bem como da vida política, religiosa, cultural e esportiva de seus habitantes. Até 30 de outubro. Clique para saber mais.

O Campo

O carioca poderá conferir as imagens carregadas de potência cromática do fotógrafo Fábio Seixo. Com larga experiência em fotojornalismo e diversos prêmios, o profissional se vale de apurado olhar estético para desvendar ângulos e formas do campo de golfe olímpico, na região da Barra da Tijuca, o primeiro do gênero no Brasil, construído para as competições dos Jogos Olímpicos de 2016.

Galeria Rampa. Avenida das Américas, 10.001, Barra da Tijuca. Segunda a sexta, 14h às 20h; sábado e domingo, 9h às 21h. Até 30 de novembro.

Fukuda 70 anos


Fukuda 70 anos
Fukuda 70 anos

Kenji Fukuda apresenta catorze trabalhos de pintura abstrata, cuja linha central é composta de manchas e de fortes traços da sensibilidade e do lirismo nipônico. Fukuda é o autor da escultura  do monumento em homenagem aos Jogos Panamericanos 2007 no Rio.

Shopping Cassino Atlântico. Avenida Atlântica 4.240, loja 333, Copacabana. Terça a sábado, 12h às 19h. Até 13 de outubro.

‪[espaço] entre

Com trabalhos que desafiam os limites entre o desenho e a escultura, a carioca Anna Helena Cazzani apresenta sua primeira exposição individual. A artista apresenta seis obras inéditas, sendo três delas esculturas de grandes dimensões, onde utiliza linhas que ganham corpo e volume para desenhar o espaço.

Galeria de Arte Maria de Lourdes Mendes de Almeida (Cândido Mendes). Rua Joana Angélica, 63, Ipanema. Segunda a sexta, 14h às 20h; sábado, 16h às 20h. Até 30 de outubro.

Olhares Cruzados – 10 anos

O projeto de intercâmbio cultural entre crianças e adolescentes brasileiros, de países africanos, da América Latina e Caribe comemora 10 anos de trajetória com exposição no Espaço Furnas Cultural.  A mostra traz 24 fotografias em preto e branco realizadas pelos fotógrafos brasileiros: Ricardo Teles, Andréa D’Amato, José Bassit, Sérgio Zacchi e estrangeiros: o moçambicano Mauro Pinto, o boliviano Fernando Sória, o senegalês Kane Sy e o etíope Yemane Gebresalassie, que acompanharam de perto as oficinas e se inseriram no processo, para poder retratar as imagens com a sensibilidade necessária. A mostra conta ainda com 24 painéis com fotografias, desenhos, entrevistas e reprodução de objetos produzidos por crianças e adolescentes de Angola, Moçambique, Senegal, Mali, Bolívia, Cabo Verde, Guiné Bissau, Etiópia, República Dominicana do Congo, Haiti e Paraguai.

Espaço Furnas Cultural. Rua Real Grandeza, 219, Botafogo. Terça a sexta, 13h às 18h; sábado, domingo e feriado, 14h às 19h. Até 29 de novembro.

Raimundo Rodriguez

A mostra vai apresenta as incontáveis dimensões categóricas em que a obra do artista transita, abusando de cores vívidas, do jogo geométrico das formas e de palavras. Entre eles, o trevo da sorte, os latifúndios de papel, a fórmica e o tecido, os lactofúndios de caixas de leite, a série “diapositivos.

Sergio Gonçalves Galeria Centro. Rua do Rosário, 38, Centro. Terça a sexta, 11h às 19h; sábados, 11h às 18h. Até 10 de outubro.

Sharingrafia

As obras, com curadoria de Rafael Dragaud, são camisetas com 15 imagens da fotógrafa Maria Buzanovsky que já expôs em Lyon, na França, e no Museu de Arte do Rio. Cinco fotos amadoras, que fazem parte da exposição, foram selecionadas através de um concurso online.

Madureira Shopping. Estrada do Portela, 222, Madureira. Segunda a sábado, 12h às 22h; domingos e feriados, 15h às 21h. Até 16 de outubro.

Publicidade