Clique e assine por apenas 4,90/mês

Confira 38 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

Um guia com programas para se divertir sem gastar dinheiro, com espetáculos, exposições, eventos e outras atrações

Por Anita Prado - Atualizado em 2 jun 2017, 11h57 - Publicado em 6 out 2016, 21h50

Degustação na Serrado Vinhos

A Serrado Vinhos, na Tijuca, promove no próximo sábado (8) uma degustação gratuita de rótulos italianos. Localizada na Rua Major Ávila, a loja estará com uma seleção especial de cinco vinhos do velho mundo, que serão oferecidos ao público das 13h às 20h. Segundo o sócio Rafael Moreira, o objetivo do evento é disseminar cada vez mais a cultura de vinhos entre os tijucanos e apresentar rótulos diferenciados no mercado.

Roda de samba no Al-Farabi

Já tradicional no Al-Farabi, que possui uma deliciosa mistura de sebo e restaurante e se destaca em um dos principais corredores culturais do centro do Rio, a roda de samba começa às 15h e é gratuita. A atração é o sambista Lucio Sanfilippo, que com 21 anos de carreira é um dos artistas mais comprometidos com a cultura popular brasileira.

Encontro Veg Santuário Seitoku

O Encontro Veg do Santuário Seitoku chega a sua sexta edição reunindo expositores veganos no Alto da Boa Vista (RJ). No domingo (9), a partir das 11h, o evento vai contar com mais de 20 produtores de alimentos e cosméticos sem ingredientes de origem animal, além de palestras. Os visitantes vão encontrar delícias como bolos, hambúrgueres, “not” dog, salgados, queijos vegetais, doces e sorvetes veganos. Na programação, palestra com a ex-jogadora da seleção brasileira feminina de vôlei Fernanda Ferreira, que vai falar sobre como conciliar uma dieta vegana com uma performance de atleta, e também uma conversa sobre o veganismo com Daniel Cruz, representante da ong Mercy for Animals no Brasil.

Artes na Barra

Neste sábado (8), das 10h às 22h, a Zona Oeste sedia a primeira edição do evento Artes na Barra, que irá reunir mais de 40 expositores de artesanato e antiguidades na Avenida Paulo Goulart, entre o Shopping Metropolitano e o Hotel Hilton.  Rendas, móveis, objetos de decoração, bijuteria, além de peças de antiguidades serão expostos e comercializados. A programação conta com exposição fotográfica, feira literária, apresentações musicais e performances artísticas, além, é claro, de uma oferta variada de alimentação, com food trucks e cerveja artesanal.

Dança Gamboa


NA PISTA 2015
NA PISTA 2015

A mostra anual de dança contemporânea, com curadoria de Cesar Augusto e Marcia Rubin, apresenta o resultado da residência artística da coreógrafa Celina Portella, seguido por Ouriço, espetáculo que Leonardo França traz da Bahia. Galpão Gamboa. Sábado (8), 20h; domingo (9), 19h.

Flora de Morgan-Snell

A dama da alta sociedade paulista, carioca e europeia manteve fértil produção artística que, após quarenta anos, volta ao circuito em retrospectiva com cerca de setenta obras, entre desenhos, esculturas e pinturas em que predomina o estilo figurativo. Centro Cultural dos Correios. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. A partir de quinta (6).

Masumi Yamaguchi

A Pintura e a Cidade reúne criações de grandes dimensões, inspiradas nas esquinas do Leblon, onde mora a artista japonesa. Galeria Patricia Costa. Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 12h às 18h.

4 Cantos


4 Cantos
4 Cantos

Quatro artistas apresentam suas pinturas: a argentina Adriana Cangalaya, a peruana Camila Valdeavellano, a brasileira Maia Bueloni e a uruguaia Stella Margarita. Galeria Antonio Berni. Segunda a sexta, 10h às 18h. Grátis. A partir de quinta (6).

Ricardo Siqueira

Os visitantes percorrem a foto-instalação O Casulo munidos de lanternas, entre imagens que pendem do teto inspiradas pela beleza natural das cavernas brasileiras. Centro Cultural dos Correios. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. A partir de quinta (6).

Moderna para Sempre

Quatro salas do prédio histórico na Praça XV são ocupadas por trabalhos de grandes nomes da fotografia no Brasil. Registros em preto e branco, produzidos a partir dos anos 50 e pouco vistos pelo público, revelam experimentações surpreendentes com luz e composição de formas geométricas. Entre os nomes presentes estão German Lorca, Geraldo de Barros, Paulo Pires e José Oiticica Filho (autor da foto acima). Paço Imperial. Terça a domingo, 11h às 19h. Grátis. Até 20 de novembro.

A Lama — De Mariana ao Mar

Impactantes fotos de Cristiano e Pedro Mascaro feitas após a tragédia de Mariana. Imagens aéreas dão a dimensão do estrago. Outras, ao rés do chão, emocionam por revelar vestígios do que foi a vida na cidade. Paço Imperial. Terça a domingo, 11h às 19h. Grátis. Até 20 de novembro.

Viviane Teixeira

A artista plástica apresenta oito coloridas obras que remetem ao ritual do beija-mão nos tempos da monarquia. A obra em destaque dá nome à exposição: The Queen Seated Inside Her Castle. Paço Imperial. Terça a domingo, 11h às 19h. Grátis. Até 20 de novembro.

Marcone Moreira


Visualidade Ambulante
Visualidade Ambulante

Celebrando dez anos de carreira, o artista empresta novos significados a objetos como madeira de carroceria e caixas de isopor, em uma análise sobre o passado, o presente e manifestações culturais. Paço Imperial. Terça a domingo, 11h às 19h. Grátis. Até 20 de novembro.

Renato Bezerra de Mello

A mostra Entre Céu e Água materializa esses dois elementos naturais em obras feitas com tinta de caneta letraset, feltro e papel vegetal, sempre remetendo à cor azul. Paço Imperial. Terça a domingo, 11h às 19h. Grátis. Até 20 de novembro.

A Máquina do Mundo

No Cosme Velho, a Z42 Arte é inaugurada com a coletiva A Máquina do Mundo. O casarão da década de 30 recebe obras como Woman Legs Out Window, de Erwin Wurm. Rua Filinto de Almeida, 42, Cosme Velho, ☎ 3269-3216. Sábado e domingo, das 12h às 18h.

Julio Bittencourt

Depois de um ano fechada, a Casa de Cultura Laura Alvim reabre com uma exposição de fotos: Julio Bittencourt flagrou em retratos bem peculiares o cotidiano no Piscinão de Ramos. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2015. Segunda a domingo, 13h às 2h. Grátis.

Artes Visuais em Revista

Publicação especializada, a Revista Dasartes comemora oito anos de circulação com a mostra Artes Visuais em Revista. Em cartaz a partir de quarta (28), no Espaço Cultural BNDES, a coletiva reúne obras de quinze jovens artistas. Entre os trabalhos inéditos estão uma instalação de Daniel Jablonski e uma escultura de Bruno Miguel. Também entram na seleção estudos de paisagem de Sofia Borges, a mais jovem artista a integrar uma edição da Bienal de São Paulo (em 2014); e a curiosa escultura In the Dog’s House (foto abaixo), de Felipe Barbosa, composta de casinhas de cachorro. Espaço Cultural BNDES. Avenida República do Chile, 100, Centro, ☎ 0800-702-6337. Segunda a sexta, 10h às 19h. Grátis. Até 18 de novembro.

Denise Cathilina: Fotografia Expandida


Denise Cathilina
Denise Cathilina

Professora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage há duas décadas, a artista apresenta um resumo de sua carreira nesta individual com vinte obras, incluindo fotogramas originais, fotografias impressas, negativos de 3X4 e digitalizações. Oi Futuro. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo ☎ 3131-3060, ↕ Largo do Machado. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 13 de novembro.

Eduardo Sued

Aos 91 anos, um ícone da arte contemporânea, Sued segue em plena atividade. Prova de sua presença assídua no ateliê são as vinte inéditas que compõem a mostra. O acervo completo inclui dezoito telas, dois objetos de madeira e um múltiplo de acrílico, alem das duas gravuras em metal que marcam a volta do artista a essa técnica, após estudos iniciados na década de 50. Mul.ti.plo Espaço Arte. Rua Dias Ferreira, 417, sala 206, Leblon, ☎ 2259-1952. Segunda a sexta, 10h às 18h30; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 12 de novembro.

Francisco Moreira da Costa

Um raro brasileiro adepto da daguerreotipia, método primitivo de fotografia, desenvolvido na primeira metade do século XIX, Costa exibe, na individual Tempo Improvável, registros de candeeiros, cestos, jarro de flores e outros objetos que fazem uma ponte com o passado. Ateliê da Imagem Espaço Cultural. Avenida Pasteur, 453, Urca, ☎ 2541-6930. Segunda a sexta, 10h às 21h; sábado, 10h às 17h. Grátis. Até 19 de novembro.

Guido Boletti


Guido Boletti
Guido Boletti

Radicado em Tiradentes, o pintor italiano expõe suas obras pela primeira vez no Rio. A mostra O Canto da Vida é resultado de uma pesquisa de mais de 25 anos em busca do equilíbrio entre figurativo e abstrato. Espaço Furnas Cultural. Rua Real Grandeza, 219, Botafogo, ☎ 2528-3112, ↕ Botafogo. Terça a sexta, 14h às 18h; sábado e domingo, 14h às 19h. Grátis. Até 27 de novembro.

Moderna para Sempre

Na década de 40, um grupo de fotógrafos no Brasil voltou seu olhar para as metrópoles em emergência. Registros de José Yalenti, José Oiticica Filho, Geraldo de Barros, Marcel Giró, Thomaz Farkas, German Lorca, Ademar Manarini e Paulo Pires compõem a mostra criada sob curadoria de Iatã Cannabrava. No mesmo dia, o Paço Imperial ainda abre individuais de Marcone Moreira, Renato Bezerra de Mello, Viviane Teixeira e Cristiano Mascaro. Paço Imperial. Praça XV, 48, Centro, ☎ 2215-2093. Terça a domingo, 11h às 19h. Grátis. Até 20 de novembro.

Thera Regouin

Holandesa radicada no Rio, a artista estreia em uma galeria carioca exibindo a série Escapando do Caos, na qual apresenta nove pinturas inéditas e outras 21 de diversos períodos, todas de arte abstrata. Galeria CorMovimento. Rua General Urquiza, 67, loja 7, Leblon, ☎ 2239-5693. Segunda a sábado, 13h às 18h. Grátis. Até 12 de novembro.

Esporte Movimento

O público encontra 1 300 itens da coleção acumulada por Roberto Gesta de Melo. Selos, moedas, troféus, tochas, fotografias, medalhas originais e outros artefatos ajudam a contar a história do esporte. Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-4896, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Durante a greve dos bancários, o funcionamento de terça a sexta será das 18h às 21h.

Picasso: Mão Erudita, Olho Selvagem

Com 138 obras, entre pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, cerâmicas e fotografias – a exposição é a maior já realizada sobre Pablo Picasso no Rio. Organizada pelo Instituto Tomie Ohtake em conjunto com o Musée National Picasso-Paris, a exposição tem curadoria de Emilia Philippot e traça um percurso cronológico e temático em torno de conjuntos que seguem as principais fases do artista. A exposição percorre sua trajetória desde os anos de formação, com o óleo sobre tela “L’Homme à la casquette” (1895), até os últimos de produção, como na gravura em metal “Couple: femme et hommechien. Avec femme à la fleur” (1972). Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-4896, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Durante a greve dos bancários, o funcionamento de terça a sexta será das 18h às 21h. Grátis. Até 20 de novembro.

Festival de Esculturas do Rio

A segunda edição do festival reúne esculturas de 26 artistas de diferentes regiões do Brasil e do exterior. Beatriz Milhazes, Gonçalo Ivo, Manfredo de Souzanetto e Marçal Athayde são alguns dos nomes que se reúnem ao uruguaio Boris Romero e ao francês Eric Collette. Dedicada a vários estilos e linguagens, a exposição dialoga, de certa forma, com a Mostra Rio de Esculturas Monumentais, que, também em sua segunda edição, permanece na Praça Paris até 2 de outubro. Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 30 de outubro.

Pablo Pijnappel

Fotografias, vídeos e narrativas impressas compõem a mostra Imagem-Lembrança, na qual o artista questiona as próprias memórias. No acervo sobressaem 23 imagens de salas de cinema em Copacabana, bairro de sua infância. Galeria Cavalo. Rua Sorocaba, 51, Botafogo, ☎ 2267-7654, ↕ Botafogo. Terça a sexta, 12h às 20h; sábado, 13h às 17h. Até 29 de outubro.

Régis Bonvicino

A poesia do escritor e crítico literário espalha-se pelo centro cultural. Uma vitrine de 12 metros exibe o poema Tempus Fugit, enquanto em toda a fachada do prédio é projetado Frontispício — ambos tirados de sua mais recente obra, Estado Crítico. O 1o andar traz ainda um totem com uma peça criada pelo artista Luciano Figueiredo sobre a última linha do poema A Nova Utopia, que dá título à exposição. Até 25 de setembro. . Oi Futuro Ipanema. Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3131-9333, ↕ General Osório. Terça a domingo, 13h às 21h.

Victor Paes

O poeta, editor e ator apresenta a mostra Os Teatros As Ondas As Tempestades, que busca investigar como a realidade é afetada pelos diálogos. Até 25 de setembro. Oi Futuro Ipanema. Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3131-9333, ↕ General Osório.  Terça a domingo, 13h às 21h.

Imperator — Centro Cultural João Nogueira

Moda e estilo são os dois temas explorados na exposição Retratos da Zona Norte e Etc.. No acervo selecionado, 42 fotografias  exibem de editoriais profissionais a registros mais espontâneos feitos nas ruas. Também são apresentados vídeos e looks produzidos por novos estilistas.  Rua Dias da Cruz, 170, Méier, ☎ 2597-3897. Segunda a sexta, 13h às 22h; sábado e domingo, 10h às 22h. Grátis. Até 30 de outubro.

Floresta Protetora


Floresta Protetora
Floresta Protetora

O Centro de Visitantes Paineiras, novo acesso ao Cristo Redentor, ganha uma exposição permanente que se propõe a mostrar toda a riqueza do Parque Nacional da Tijuca. Unindo arquitetura, design e tecnologia, ela ocupa uma área de 900m² e faz um panorama da biodiversidade da Mata Atlântica. Uma linha do tempo traça a história do importante ponto turístico acompanhada por fatos históricos do país, além de depoimentos de visitantes ilustres como Charles Darwin, Olavo Bilac e Machado de Assis. Uma maquete retrata o parque e instalações interativas permitem que os visitantes simulem ecossistemas e os impactos e consequências das ações do homem. Projeções, fotografias de drones e ilustrações também fazem parte da mostra. Centro de Visitantes Paineiras. Estrada das Paineiras, s/nº, Jardim Paineiras, ☎ 2225-7074. Segunda a domingo, 8h às 19h.

Quem é o Homem do Sudário

Depois de passar por várias cidades do Brasil ao longo de quatro anos, a exposição internacional retorna ao Rio de Janeiro. A mostra reconstitui a trajetória do Sudário de Turim, o pano que supostamente teria envolvido Jesus Cristo, por meio de réplicas de elementos datados da Antiguidade. De segunda a domingo, das 9h às 17h. Catedral Metropolitana: Avenida República do Chile, 230 – 245 – Centro. Até 26 de novembro.

Quarup

Os transeuntes da estação Central do Metrô Rio poderão conferir uma mostra com dez fotografias que retratam o ritual indígena Kuarup – nove delas foram cedidas pelo Museu do Índio e uma é assinada por Cristina Oldemburg. Parceria com a vizinha Biblioteca Estação Leitura, a exposição é inspirada no livro homônimo de Antonio Callado, que comemora centenário em 2017, e propõe uma reflexão sobre a realidade destes povos. Galeria Arte e Literatura. Estação Central do Metrô Rio. Segunda a sábado, 5h às 0h; domingo, 7h às 23h.

Ciência Interativa

Em cartaz desde o dia 7 de abril, a exposição “Descubra e Divirta-se” integra a programação comemorativa de 21 anos da Casa da Ciência. Entre as atrações oferecidas, o público pode conferir experimentos de ótica, além de aprender como controlar os movimentos de uma bola sem tocá-la, congelar a própria sombra, flutuar em espelhos e sentar-se em um banco de pregos sem se machucar. Casa da Ciência da UFRJ. Rua Lauro Müller, 3, Botafogo, ☎ 3938-5444. Terça a sexta, 9h/20h; sábado, domingo e feriados, 10h/20h.  Até 18 de dezembro.

Modernidades Fotográficas, 1940-1964

Modernidades Fotográficas

Modernidades Fotográficas

Depois de estrear em Berlim, em 2013, e passar por Lisboa, Paris e Madri, a mostra chega ao Instituto Moreira Salles. São 160 trabalhos de profissionais que inauguraram a modernidade no campo da fotografia no país. As imagens, sensacionais e muito bem dispostas na galeria onde estão à mostra, vão do fotojornalismo de José Medeiros (1921-1990) ao modernismo de Marcel Gautherot (1910-1996), passando pela abstração de Thomaz Farkas (1924-2011) e a fotografia industrial de Hans Gunter Flieg. Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. →Terça a domingo, 11h às 20h. Até 26 de fevereiro de 2017.

Meditação na Praia do Flamengo

O monge Luís Carlos de Mello, do movimento religioso Happy Science (Ciência da Felicidade), faz uma sessão de meditação que dura em média 45 minutos. Mello faz uso de métodos de relaxamento e energização para introduzir os participantes a temas como espiritualização, fortalecimento da mente, controle dos pensamentos, alívio nas doenças, obtenção de curas, conexão e harmonia com universo, busca do ‘eu’ interior, entre outros. Praia do Flamengo, entre os postos 2 e 3. Todos os domingos, 11h.

Publicidade