Clique e assine por apenas 7,90/mês

Clarice Niskier fará curtíssima temporada do sucesso A Alma Imoral

Em espécie de aquecimento para monólogo que estreia em 6 de março, a premiada atriz encena o retumbante sucesso no próximo fim de semana

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 27 fev 2020, 17h05 - Publicado em 27 fev 2020, 16h56

Em cartaz há quase 14 anos no Rio e em São Paulo, Clarice Niskier vai encenar o monólogo A Alma Imoral nesta sexta-feira (28), sábado (29) e domingo (01), no Teatro Petra Gold, no Leblon.

Mais de 500 mil pessoas – em mais de 25 cidades brasileiras – já assistiram à peça, que é baseada no livro do rabino Nilton Bonder. O monólogo reflete e propõe que o público pense sobre conceitos milenares da história da civilização – corpo e alma, certo e errado, traidor e traído, obediência e desobediência.

Sozinha no palco, Clarice Niskier derruba a chamada “quarta parede” e fica íntima da plateia. Para contar histórias e parábolas da tradição judaica, a atriz vale-se somente de uma cadeira e de um enorme pano preto que, concebido pela figurinista Kika Lopes, transforma-se em oito diferentes vestes – mantos, vestidos, burcas, véus. A atriz, que venceu o prêmio Shell pelo trabalho, fica nua em cena durante grande parte do tempo.]

No dia 6 de março, Clarice estreia seu próximo monólogo, A Esperança na Caixa de Chicletes Ping Pong, espetáculo afetivo em que declara amor ao Brasil e à música produzida por aqui. O espetáculo reúne 59 músicas do maranhense Zeca Baleiro e faz uma colagem de textos de intelectuais como Sérgio Buarque de Holanda e Ferreira Gullar.

Continua após a publicidade

A Alma Imoral. Teatro Petra Gold. Rua Conde de Bernadotte, 26, Leblon. Sexta (28) e sábado (29), domingo (01), 19h30. R$ 80,00. 

Publicidade