Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Força feminina: cinco obras para ver na exposição Una(s)+, no Oi Futuro

Com oitenta trabalhos de artistas brasileiras e argentinas, a mostra explora a potente produção de mulheres na cena contemporânea

Por Marcela Capobianco Atualizado em 19 fev 2021, 09h29 - Publicado em 19 fev 2021, 06h00

O centro cultural no Flamengo está recebendo o público mediante agendamento de visitas. Vale passar as duas horas observando os detalhes e as sutilezas de obras de arte impactantes.

No Nombre, de Milagro Torreblanca (2019).

Desenhos de pessoas violentadas e um espelho no meio
Milagro Torreblanca: artista chilena radicada na Argentina coloca o espectador como parte da obra Pablo Delgado/Divulgação

A espinha dorsal do trabalho da artista é a violência, representada pelo desenho em lápis dos dez rostos acima.

Fiz das Tripas, Corazón, de Ileana Hochmann (2018).

A artista faz uma provocação sobre o papel da mulher na sociedade com um tríptico de fotos de si mesma (imagem principal da reportagem).

Dia 241, de Patricia Ackerman (2020).

fotografia de mulher gritando sob tela de vidro trabalhada com motivos florais
Patricia Ackerman: artista quis documentar o período de isolamento social imposto pelo novo coronavírus Patricia Ackerman/Divulgação

De longe, a fotografia de uma mulher gritando. Ao chegar perto, a imagem, impressa sobre vidro trabalhado, se confunde com relevos florais.

Continua após a publicidade

Cria, de Nina Alexandrisky (2015).

Balde de metal com diversas esculturas moldadas com as mãos
Nina Alexandrisky: espectadores podem pegar uma peça e levar para casa como recordação Davy Alexandrisky/Divulgação

Pequenos pedaços de barro feitos a mão, durante uma gravidez de alto risco, compõem a obra da ceramista carioca.

A Última Palavra de Amor, de Fabiana Larrea (2020).

Obra de arte feita de fios, com palavras bordadas, se parece com teia de aranha
Fabiana Larrea: artista argentina convoca o público a enviar palavras que serão bordados em longo manto Divulgação/Divulgação

Fios de costura formam palavras de amor, enviadas por pessoas do mundo todo através de um perfil no instagram.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo. Qua. a dom., 11h/18h. Grátis, agendamento pelo oifuturo.org.br. Até 28 de março.

Continua após a publicidade
Publicidade