Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Cinco artistas para ver na mostra “Raro Percurso”

Exposição celebra aniversário da Galeria de Arte Ipanema e retorno ao tradicional endereço na rua Aníbal de Mendonça

Por Renata Magalhães 24 nov 2017, 16h34

 

Ao longo de 52 anos, Luiz Sève reuniu um precioso acervo formado por grandes mestres da arte contemporânea e moderna na Galeria de Arte Ipanema. Auxiliado pela filha Luciana, diretora do espaço, ele celebra o retorno ao tradicional endereço com uma exposição de pesos-pesados.

PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Frans Krajcberg. Morto na última semana, aos 96 anos, o artista polonês, que chegou ao Brasil em 1948, é representado pela escultura de madeira e raízes Sombra e Duas Flores

PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Beatriz Milhazes. O quadro Madame Caduvel (1960) traduz bem a verve construtivista e o psicodelismo colorido, tão característicos do trabalho da artista plástica carioca

PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Abraham Palatnik. Com mais de 1,60 metro de largura, a pintura da série W (2016) é uma das obras de arte cinética, vertente da qual o artista nascido em Natal foi o grande pioneiro

PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Di Cavalcanti. Temas culturais e sociais, bem como a sensualidade tropical brasileira, foram amplamente explorados pelo carioca, que se tornou referência do modernismo e marca presença com três pinturas, entre elas Mulheres e Frutas (1962)

PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Tomie Ohtake. Participou da exposição inaugural, em 1965, quando a galeria ainda ocupava um pequeno espaço no Hotel Copacabana Palace

Galeria de Arte Ipanema. Rua Aníbal de Mendonça, 27, Ipanema. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 15h. Grátis. Até 23 de dezembro. Abertura na quarta (29).

Continua após a publicidade
Publicidade