Clique e assine por apenas 4,90/mês

Cinco artistas para ver na mostra “Raro Percurso”

Exposição celebra aniversário da Galeria de Arte Ipanema e retorno ao tradicional endereço na rua Aníbal de Mendonça

Por Renata Magalhães - 24 nov 2017, 16h34

 

Ao longo de 52 anos, Luiz Sève reuniu um precioso acervo formado por grandes mestres da arte contemporânea e moderna na Galeria de Arte Ipanema. Auxiliado pela filha Luciana, diretora do espaço, ele celebra o retorno ao tradicional endereço com uma exposição de pesos-pesados.

PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Frans Krajcberg. Morto na última semana, aos 96 anos, o artista polonês, que chegou ao Brasil em 1948, é representado pela escultura de madeira e raízes Sombra e Duas Flores

PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Beatriz Milhazes. O quadro Madame Caduvel (1960) traduz bem a verve construtivista e o psicodelismo colorido, tão característicos do trabalho da artista plástica carioca

Continua após a publicidade
PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Abraham Palatnik. Com mais de 1,60 metro de largura, a pintura da série W (2016) é uma das obras de arte cinética, vertente da qual o artista nascido em Natal foi o grande pioneiro

PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Di Cavalcanti. Temas culturais e sociais, bem como a sensualidade tropical brasileira, foram amplamente explorados pelo carioca, que se tornou referência do modernismo e marca presença com três pinturas, entre elas Mulheres e Frutas (1962)

PAULO SCHEUENSTUHL/Divulgação

Tomie Ohtake. Participou da exposição inaugural, em 1965, quando a galeria ainda ocupava um pequeno espaço no Hotel Copacabana Palace

Galeria de Arte Ipanema. Rua Aníbal de Mendonça, 27, Ipanema. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 15h. Grátis. Até 23 de dezembro. Abertura na quarta (29).

Publicidade