Continua após publicidade

Cidade das Artes recebe balé Floresta Amazônica, de Dalal Achcar

Criado em 1975, inspirado sinfonia homônima de Heitor Villa-Lobos, espetáculo traz romance com pano de fundo atual: a preservação do lugar

Por Kamille Viola
Atualizado em 19 abr 2024, 10h06 - Publicado em 19 abr 2024, 06h00

Criado por Dalal Achcar em 1975, o balé Floresta Amazônica ganha nova montagem. O espetáculo, que foi inspirado na sinfonia homônima escrita por Heitor Villa-Lobos em 1958, conta com bailarinos de diferentes estados brasileiros, incluindo artistas paraenses, selecionados por testes.

Compartilhe essa matéria via:

Em dois atos, o balé conta a história do romance entre um homem branco e uma deusa indígena da floresta, que, por amor, se transforma em mulher. Embora seja visto como profano, esse relacionamento acaba salvando a mata de exploradores.

Cidade das Artes, Barra. 11 de maio, 18h. 12 de maio, 16h. R$ 17,50 a R$ 70,00. Ingressos pelo https://www.sympla.com.br.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.