Clique e assine por apenas 4,90/mês

CCBB exibe mostra gratuita 12 Décadas de Cinema

Entre os dias 3 e 17 de dezembro, centro cultural levará às telas filmes cubanos, russos e nacionais. Entrada franca

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 2 jun 2017, 12h20 - Publicado em 2 dez 2015, 16h09

Sob a curadoria de Julio Cesar de Miranda, a mostra 12 Décadas de Cinema entra em seu último mês de exibição no Centro Cultural Banco do Brasil. Até o próximo dia 17 de dezembro o cinema nacional, cubano e russo serão descante nas telonas com as fitas Morango e Chocolate e Arca Russa, além do documentário Jia Zhang-ke, um homem de Fenyang.

Para encerrar a programação o jornalista e crítico de cinema José Carlos Monteiro ministra a palestra “Da modernidade da película à pós-modernidade digital: começo e fim de uma era do cinema ou uma metamorfose?”. A entrada é gratuita e serão distribuídas senhas uma hora antes do início da sessão.

+ Mestres do samba são homenageados em mostra

+ Novas regras para meia-entrada entram em vigor

+ CCBB exibirá 90 episódios de Castelo Rá-Tim-Bum

Morango e Chocolate
Morango e Chocolate

Quinta, 3/12

18h30 – Morango e Chocolate, de Tomás Gutiérres Alea e Juan Carlo Tabío.

Baseado no conto “El bosque, el lobo y el hombre nuevo”, do roteirista Senal Paz, que nos remete à Havana de 1979, apresenta uma Cuba repleta de contradições em sua realidade econômica, política, social e cultural. Vencedor dos prêmios de melhor filme do Festival de Havana e de melhor filme no Festival de Gramado.

Quinta, 10/12

18h30 – Arca Russade Aleksandr Sokúrov. Foi filmado em um único plano-sequência, sem cortes, que dura 97 minutos e atravessa 35 salas do museu, transformando a tela de cinema em um quadro vivo por onde desfilam personagens importantes da história da Rússia.

Quinta, 17

18h30 – Jia Zhang-ke, um homem de Fenyang, de Walter Salles. (Leia a crítica aqui).

Arca Russa
Arca Russa
Publicidade