Clique e assine por apenas 4,90/mês

Cariocas já podem se beneficiar da maconha medicinal

A Anvisa autorizou a prescrição e a importação de remédios à base de canabidiol e THC para transtornos como epilepsia e esclerose múltipla

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 dez 2016, 11h25 - Publicado em 22 mar 2016, 17h16

Nesta segunda (21), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a prescrição e a importação de medicamentos e produtos à base de canadibiol e tetrahidrocanabidiol (THC).

+ Instituto Estadual do Cérebro: um oásis de excelência

A medida passa a valer para medicamentos registrados na Anvisa e para produtos que precisem ser importados devido ao tratamento de pacientes brasileiros. Câncer, epilepsia, glaucoma e esclerose múltipla são algumas das doenças para os quais o uso terapêutico da droga pode ser recomendado.

As importações poderão ser feitas por pessoas físicas, desde que para uso próprio. No entanto, exige-se a prescrição médica.

Publicidade