Clique e assine por apenas 4,90/mês

Barbie vira tema de exposição que reflete sobre estereótipos femininos

Trabalhos de Júnia Azevedo compõem a mostra “Quarto de Hipólita”, em cartaz no Espaço Cultural Correios Niterói

Por Renata Magalhães - 4 jul 2018, 14h02

Porque a representação do feminino está associada à fragilidade e delicadeza? Essa questão norteia o trabalho da artista plástica Júnia Azevedo, que busca desvendar a construção dos estereótipos desde a primeira infância. A partir de sábado (7), ela apresenta a mostra Quarto de Hipólita no Centro Cultural Correios de Niterói, que exibe modificações em bonecas do tipo Barbie. Na exposição, os brinquedos enfrentam situações dramáticas, duras e cruéis, bem longe do mundo de fantasia proposto pela indústria de consumo. São exibidas cerca de 30 obras que propõem uma quebra de paradigmas sobre moda, comportamento e padrões de beleza. Com curadoria de Lia do Rio, a atração é gratuita e segue em cartaz até 8 de setembro.

Espaço Cultural Correios Niterói. Avenida Visconde do Rio Branco, 48, Centro. Segunda a sábado, 11h às 18h. Grátis. Até 8 de setembro. Abertura no sábado (7), às 15h.

Publicidade