Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Múltiplas vertentes: André Severo estreia primeira individual no Rio

Mostra no Oi Futuro apresenta um panorama da obra do artista gaúcho, reunindo instalações, desenhos, colagens, pinturas e vídeos

Por Kamille Viola Atualizado em 18 nov 2021, 21h32 - Publicado em 19 nov 2021, 08h00

Com uma trajetória de 27 anos, André Severo ganha sua primeira individual no Rio. A partir da curadoria de Paulo Herkenhoff, Arquiperiscópio apresenta um panorama da obra do gaúcho, reunindo diferentes vertentes de seu trabalho, como instalações, desenhos, colagens, pinturas e vídeos.

+ A sutil arte de Morandi: obras do pintor italiano chegam ao CCBB

São 150 obras, sendo seis inéditas, além de seis vídeos, espalhadas pelo pátio externo, pelo hall e pelos níveis 2, 3 e 4 do Oi Futuro. Suas criações buscam referências na história da arte para falar sobre as relações humanas, a natureza e a imagem.

+ De volta ao circuito: cinco espetáculos retornaram aos palcos cariocas

O nome da exposição — um objeto óptico cujo funcionamento é baseado na associação de dois espelhos, permitindo uma visão ampliada e de longa distância — faz referência à multiplicidade do artista.

Oi Futuro. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo. → Qua. a dom., 11h/18h. Grátis. http://www.oifuturo.org.br. Até 16 de janeiro.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade