Clique e assine por apenas 4,90/mês

Ex-Touro – Cadeg

(Desde 2015)

Tipos de Comidinhas: Hamburguerias

Veja Rio:

Endereço: Rua Capitão Félix, 110 - Cadeg - Rua 4, loja 1 - Benfica - Rio de Janeiro - RJ ver no mapa

Telefone: (21) 32950203

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 09:00 - 17:00

quarta-feira 09:00 - 17:00

quinta-feira 09:00 - 17:00

sexta-feira 09:00 - 17:00

sábado 09:00 - 17:00

domingo 09:00 - 17:00

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (20)

Resenha por Fabio Codeço

Em tirinha magistral, o desenhista André Dahmer retrata a consulta médica de um homem preocupado com o corpo estranho que cresce em suas costas. O doutor, depois de confirmar que o paciente mora no Rio, dá o diagnóstico: “Fique calmo, é só mais uma hamburgueria”. Os negócios de hambúrgueres artesanais estão por toda parte — no último ano, foram abertas mais de dez casas do ramo na cidade. A melhor delas, segundo o júri do COMER & BEBER, é uma loja de ambiente simples no Cadeg. Uma lenda entre os frequentadores do evento Rei da Chapa, batalha de hambúrgueres promovida no bar Bento, na Tijuca, Yasser Régis venceu as oito disputas de que participou. Há dois anos ele toca o próprio negócio no mercadão onde o pai, Armed Nemr, comanda o restaurante Costelão. Recentemente, Régis passou a usar cortes das nobres raças wagyu e angus, melhorando o que já estava ótimo. No cardápio, o ex-touro (R$ 29,90) é feito com queijo californiano monterey jack e maionese de bacon, enquanto o americano (R$ 31,90) tem cheddar nacional e molho barbecue. Ambos chegam no pão de malte, junto de alface e tomate. O yankee (R$ 32,90), 100% wagyu, no brioche com cheddar mineiro, ganha picles artesanais e bacon caramelado no bourbon Jack Daniel’s. Variação, o suíno (R$ 29,90) traz blend de sobrepaleta e bacon, cheddar, cebola caramelada no molho teriyaki e abacaxi grelhado. Os pedidos incluem porção de batata rústica. Sinal do sucesso, a primeira filial vai ser inaugurada na Barra. Em tempo: na matriz, uma butique de carnes pode inspirar quem quer bancar o rei da chapa em casa.

Preços checados em julho de 2017.

    Em tirinha magistral, o desenhista André Dahmer retrata a consulta médica de um homem preocupado com o corpo estranho que cresce em suas costas. O doutor, depois de confirmar que o paciente mora no Rio, dá o diagnóstico: “Fique calmo, é só mais uma hamburgueria”. Os negócios de hambúrgueres artesanais estão por toda parte — no último ano, foram abertas mais de dez casas do ramo na cidade. A melhor delas, segundo o júri do COMER & BEBER, é uma loja de ambiente simples no Cadeg. Uma lenda entre os frequentadores do evento Rei da Chapa, batalha de hambúrgueres promovida no bar Bento, na Tijuca, Yasser Régis venceu as oito disputas de que participou. Há dois anos ele toca o próprio negócio no mercadão onde o pai, Armed Nemr, comanda o restaurante Costelão. Recentemente, Régis passou a usar cortes das nobres raças wagyu e angus, melhorando o que já estava ótimo. No cardápio, o ex-touro (R$ 29,90) é feito com queijo californiano monterey jack e maionese de bacon, enquanto o americano (R$ 31,90) tem cheddar nacional e molho barbecue. Ambos chegam no pão de malte, junto de alface e tomate. O yankee (R$ 32,90), 100% wagyu, no brioche com cheddar mineiro, ganha picles artesanais e bacon caramelado no bourbon Jack Daniel’s. Variação, o suíno (R$ 29,90) traz blend de sobrepaleta e bacon, cheddar, cebola caramelada no molho teriyaki e abacaxi grelhado. Os pedidos incluem porção de batata rústica. Sinal do sucesso, a primeira filial vai ser inaugurada na Barra. Em tempo: na matriz, uma butique de carnes pode inspirar quem quer bancar o rei da chapa em casa.

    Preços checados em julho de 2017.