Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Eiyo

(Desde 2016)

Tipos de Restaurantes:

Veja Rio:

Endereço: Aeroporto Rua Dom Marcos Barbosa, 2 - Cidade Nova - Cidade Nova - Rio de Janeiro - RJ ver no mapa

Telefone: (21) 35238642

Horário:

segunda-feira 11:30 - Último cliente

terça-feira 11:30 - Último cliente

quarta-feira 11:30 - Último cliente

quinta-feira 11:30 - Último cliente

sexta-feira 11:30 - 15:00 - 17:00 - Último cliente

sábado 11:30 - Último cliente

domingo 11:30 - Último cliente

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (50), Levar vinhos (permite) (R$ 20.00)

Resenha por Fabio Codeço

No térreo de um centro empresarial na Cidade Nova, o Eiyo, aberto em março, pega carona no intenso movimento de trabalhadores da região — ali ficam as sedes da prefeitura e do Comitê Organizador da Rio 2016, além do Centro de Convenções SulAmérica. Vizinho de um restaurante árabe e de uma steakhouse, o recém-chegado é empreitada dos sócios do Comedere, casa por quilo ali perto, em parceria com um cliente. Sem grandes surpresas, o cardápio satisfaz a quem, passando pela área, deseja matar a vontade de sushis, sashimis e afins. Com vinte peças, o combinado tokushu (R$ 43,00) trouxe acertos, a exemplo dos enrolados de ceviche e de atum picante (ambos envoltos em acelga) e do salmão com ovo de codorna aquecido no maçarico. Quem for de prato quente pode combinar grelhados e acompanhamentos. Uma pedida possível reúne filé de congro-negro levemente grelhado e purê de batatas doce e baroa por R$ 35,90. Na sexta, a happy hour celebra o fim do expediente.

Preços checados em junho de 2016.

    No térreo de um centro empresarial na Cidade Nova, o Eiyo, aberto em março, pega carona no intenso movimento de trabalhadores da região — ali ficam as sedes da prefeitura e do Comitê Organizador da Rio 2016, além do Centro de Convenções SulAmérica. Vizinho de um restaurante árabe e de uma steakhouse, o recém-chegado é empreitada dos sócios do Comedere, casa por quilo ali perto, em parceria com um cliente. Sem grandes surpresas, o cardápio satisfaz a quem, passando pela área, deseja matar a vontade de sushis, sashimis e afins. Com vinte peças, o combinado tokushu (R$ 43,00) trouxe acertos, a exemplo dos enrolados de ceviche e de atum picante (ambos envoltos em acelga) e do salmão com ovo de codorna aquecido no maçarico. Quem for de prato quente pode combinar grelhados e acompanhamentos. Uma pedida possível reúne filé de congro-negro levemente grelhado e purê de batatas doce e baroa por R$ 35,90. Na sexta, a happy hour celebra o fim do expediente.

    Preços checados em junho de 2016.