Tesouros escondidos: onde estão as praias mais sossegadas do Rio

Bem longe das praias cartões-postais da cidade, o Rio de Janeiro mantém quase em segredo praias e paisagens de tirar o fôlego

“As praias da zona sul podem ser uma ‘social’, mas para relaxar mesmo, tem que ser nas praias vazias. Sem milhares de pessoas em volta. Só você, o mar e a natureza”, diz a psicóloga carioca Marília Soares. Ela é uma das ainda poucas pessoas que frequentam a Praia do Meio, na zona oeste do Rio. Essa, junto com a dos Búzios, a Funda, a do Perigoso e a do Inferno são consideradas praias selvagens e ficam localizadas em áreas de proteção ambiental em Barra de Guaratiba, zona oeste do Rio de Janeiro. Para chegar lá, só por trilha ou de barco, mas quem vai garante que vale o esforço.

O #hellocidades, projeto de Motorola que convida os habitantes de várias cidades brasileiras a redescobrirem os lugares onde vivem, hoje faz uma excursão para esses recantos menos explorados do Rio de Janeiro para tentar responder a uma pergunta: onde estão as praias mais sossegadas na Cidade Maravilhosa?

“Viajei por vários países e não vi em nenhum outro lugar essa possibilidade de ir a uma praia selvagem que fica na própria cidade”, conta Marília, sobre a Praia do Meio. De fato, ter um lugar praticamente deserto, assim tão próximo a outros bastante movimentados, é um luxo quase exclusivo dos cariocas (e de quem passa pelo Rio). Mas essa está longe de ser a única opção de refúgio nessas condições.

Para chegar à Praia do Secreto também é preciso um bocado de disposição. A comissária de voo Clarissa Castro passa a maior parte de seu tempo no ar, em viagens internacionais. Mas, quando tem uma folga no Rio de Janeiro, onde nasceu, ela  faz seu descanso em uma visita ao Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da cidade. “A gente está acostumada a passar o dia se bronzeando na areia, mas no Secreto, o lance é muito diferente”, conta.

A Praia do Secreto fica próxima à Prainha e à Praia da Macumba, que também são tranquilas em comparação com as mais tradicionais, mas já atraem um número maior de visitantes. A partir do Mirante do Roncador, perto da Prainha, há um caminho de terra para pedestres, de onde já é possível ver a pedra que dá acesso ao Secreto. Daí em diante, a trilha passa pelo meio do mato. Em seguida, é preciso encarar a descida de uma pedra íngreme, que dá direto na água. “A melhor coisa é ir bem cedinho, ver o nascer do Sol no Secreto. Não tem faixa de areia, não tem onde colocar guarda-sol. Mas é uma experiência que não tem igual”, diz Clarissa Castro.

O Rio também tem outras opções com o acesso mais fácil para quem busca o sossego, mas não quer ou não pode encarar as trilhas que levam à Barra de Guaratiba. A Praia da Joatinga é uma delas. Chegar lá é mais difícil do que acessar Ipanema ou Copacabana. Mas a trilha para a Joatinga é de baixa dificuldade, e há estacionamento próximo à entrada da guarita. Ou seja, basta uma viagem de carro e um pouquinho de pique.

Para quem busca mais liberdade, a Praia do Abricó é um excelente destino. Durante os fins de semana, o espaço é reservado para a prática de naturismo. O Abricó é um dos oito pontos litorâneos onde é permitido ficar sem roupa no Brasil. Só há mais uma praia de nudismo no estado do Rio de Janeiro (a do Olho de Boi, em Búzios). Já nos dias de semana, a Praia do Abricó é aberta para os banhistas “de roupa”. Ainda há muito preconceito e desconfiança sobre o naturismo, mas o local é frequentado por famílias com crianças, em clima de tranquilidade.

As praias mais desertas do Rio têm pouco ou nenhum serviço disponível. Então, é bastante importante levar água e o que for comer e, claro, levar seu lixo embora com você. Registre imagens da paisagem dos refúgios que encontrar na capital carioca e conte para todo mundo em suas redes sociais sobre sua nova experiência com a hashtag #hellocidades. Redescubra o Rio de Janeiro com hellomoto.com.br.

Praias do Inferno, do Meio, Funda, do Perigoso e dos Búzios

Onde ficam: no Parque Estadual da Pedra Branca. O caminho é feito por trilhas, que começam em Barra de Guaratiba e, três quilômetros adiante, dão acesso às cinco praias selvagens cariocas.

Endereço: Começo da trilha na Rua Parlon Siqueira, Barra de Guaratiba

Praia do Secreto

Onde fica: Localizada entre a Praia da Macumba e a Prainha.

Endereço: Avenida Estado da Guanabara, 1102 – Recreio dos Bandeirantes

Praia da Joatinga

Onde fica: Entre São Conrado e Barra da Tijuca, com acesso pela Estrada do Joá. Na entrada do condomínio, há a trilha de acesso que leva até a pequena faixa de areia.

Endereço: Rua Lasar Segall, S/N – Joá

Praia do Abricó

Onde fica: Avenida Estado da Guanabara, Grumari.

O site da Associação Naturista da Praia do Abricó disponibiliza as coordenadas do local: 23 °  02′  52.60″  Sul  43°   30′  47.30″ Oeste

Para outras informações, acesse o site da associação.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s