Réplica da taça Jules Rimet terá lance mínimo de R$7500 em leilão

A cópia do troféu erguido por Carlos Alberto Torres no triunfo do Brasil na Copa de setenta é de uma loja madrilenha

A menos de um mês para que a bola comece a rolar na Rússia, o mercado de memorabilia relacionado ao futebol está aquecido. Em meio a fotos de Pelé, ingressos e tabelas de jogos da fatídica Copa do Mundo de 1950, além de uniformes da equipe canarinho, um item chama atenção: trata-se de uma réplica da icônica Jules Rimet, que, concedida em definitivo ao Brasil após a conquista do tri, em 1970, foi roubada treze anos mais tarde, no Rio, na sede da CBF, e derretida. De ferro, revestida de dourado, com tamanho e peso semelhantes aos da original, a cópia é obra de uma tradicional loja de troféus madrilenha, a Alegre Joalheiros. À venda pela casa de leilões londrina Graham Budd, tem lance mínimo de 1 500 libras, o equivalente a 7 500 reais.

Passeio guiado por historiadores conta história do Centro do Rio

+Prefeitura usa 1% da arrecadação no custeio de projetos culturais

Veja qual aplicativo de transporte é o mais barato

+Em 1958, Elizeth Cardoso posava com o disco Canção do Amor Demais

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s