Queermuseu já tem data para começar no Rio

Parque Lage recebe a mostra com obras de Alfredo Volpi, Candido Portinari e Lygia Clark

Após meses de financiamento coletivo, finalização das reformas e polêmicas envolvendo a exoneração do presidente Fabio Szwarcwald, a megaexposição Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira já tem data de abertura no Parque Lage. Depois de diversas tentativas de embargo por parte do prefeito Marcelo Crivella, a mostra abre dia 18 de agosto e explora a expressão e identidade de gênero, a diversidade e a diferença na arte brasileira por meio de um conjunto de obras que percorrem um arco histórico de meados do século XX até a atualidade. São apresentadas obras de 83 artistas, incluindo Adriana Varejão, Alfredo Volpi, Candido Portinari, Lygia Clark e Sidney Amaral. Provenientes de coleções públicas e privadas, os trabalhos são igualmente representativas da diversidade estética, geográfica e geracional da produção artística do Brasil. Parque Lage. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado e domingo, 10h às 17h. Grátis. Até 16 de setembro. Abertura em 18 de agosto.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s