Plantas purificadoras são tendência em ambiente fechados

Espécies são encarregadas de filtrar vários poluentes do ar, como amoníaco, benzeno, formaldeído, tricloroetileno e xileno

O relatório Pinterest 100, divulgado pela rede social de compartilhamento de fotos, é um compilado de tendências em diferentes áreas de interesse. Na seção bem-estar, um dos itens que devem se popularizar em 2018 são as plantas purificadoras, ou seja, as que se encarregam de filtrar vários poluentes do ar, como amoníaco, benzeno, formaldeído, tricloroetileno e xileno. Abaixo, as melhores espécies com esse fim para ser cultivadas em ambientes fechados, de acordo com estudo da Nasa.

Jiboia (Epipremnum aureum)

Não requer muitos cuidados: só precisa ser regada quando a terra estiver seca e pode ser mantida entre 30 e 17 graus

Lírio-da-paz (Spathiphyllum)

Mesmo com pouca luz e água, vive muito tempo, mas deve ficar longe de correntes de ar

Palmeira-dama (Raphis excels)

 (ISTOCK/Divulgação)

De origem asiática, também é chamada de palmeira-ráfis. Ela se dá melhor em áreas sem luz direta

Espada-de-são-Jorge (Sansevieria trifasciata)

Queridinha na decoração de interiores, sobrevive a temperaturas extremas, de 40 graus a 5 graus negativos

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s