Pierre Verger assina fotografias de dorminhocos na Caixa Cultural

Mostra traz imagens de trabalhadores cochilando em grandes centros urbanos do mundo

Cochilos discretos (e outros nem tanto) em plena rua de cidades mundo afora atraíram a atenção de Pierre Verger (1902-1996). O etnólogo e fotógrafo francês, que viveu em Salvador durante grande parte da vida mas rodou o mundo fazendo suas pesquisas, é o autor das 145 imagens reunidas na exposição Dorminhocos, em cartaz a partir deste sábado (20), na Caixa Cultural. Verger flagrou anônimos descansando em espaços públicos de diversos países, como Argentina, Peru, Congo, China, Guatemala e México. Sonhadores ao relento encontrados em Pernambuco, no Maranhão e na sua querida Bahia também estão nos retratos em preto e branco, produzidos entre a década de 30 e a de 50. Por trás das fotos singelas, o autor procurava ainda investigar o impacto de mudanças nas relações de trabalho no período. Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 18 de março. Abertura neste sábado (20).

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s