Os 10 melhores programas do fim de semana

VEJA RIO selecionou atrações que vão animar o final de semana do carioca. Destaque para o show de Nando Reis, Gal Costa e Gilberto Gil

Show de Alcione e Maria Bethânia

Alcione: show com maria Bethânia

Alcione: show com maria Bethânia (Marcos Hermes/Divulgação)

Em 2018, Alcione vai ter muito trabalho. Celebração dos 70 anos da cantora maranhense e dos seus 45 de carreira, o projeto Eu Sou a Marrom prevê musical, documentário, biografia, CD/DVD e canal no YouTube. No primeiro show do pacote comemorativo, a diva recebe a amiga Maria Bethânia, com quem deve repetir os duetos de O Meu Amor (Chico Buarque) e Sem Mais Adeus (Francis Hime e Vinicius de Moraes). O roteiro inclui medleys com 45 sucessos de várias épocas, de Não Deixe o Samba Morrer a Estranha Loucura, e encerra-se com a bateria da Mangueira. Ribalta. Avenida das Américas, 9650, Barra. Sábado (16), 22h30. R$ 100,00 (mesa plateia) a R$ 150,00 (mesa master).

Oficinas de Carnaval para a criançada

 (Eduardo Lacerda/Divulgação)

Os futuros carnavalescos já podem começar a preparação para o Carnaval 2018: em sua programação de férias, o CCBB oferece duas oficinas. No sábado (16), às 16h, Mestre Riko, fundador do curso de percussão da Escola de Música Villa-Lobos, apresenta instrumentos às crianças e ensina noções básicas da batucada, antes de convidá-las a fazer um cortejo. No domingo (17), das 16h às 18h e das 19h às 21h, Raquel Potí ensina técnicas de movimento para ajudar os pequenos a andar com pernas de pau. A partir de referências musicais, ela desenvolve a coordenação motora e a percepção rítmica dos participantes. Rec. a partir de 5 anos. Rua Primeiro de Março, 66, Centro. Grátis.

Exposição Rio Utópico

 (Julio Lopes/Divulgação)

 A artista mineira Rosângela Rennó coordenou um mapeamento fotográfico realizado por moradores de cinquenta comunidades cariocas cujos nomes apontam contradições, como Campo da Paz, Jardim Paraíso e Morada dos Sonhos. Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 15 de abril de 2018. Abertura no sábado (16), 17h.

Möeller & Botelho estreiam “Se Meu Apartamento Falasse”

 

 (Leo Aversa/Divulgação)

O filme de 1960, com um impagável Jack Lemmon no papel principal, ganhou cinco Oscar. Inspirado na premiada comédia do cineasta Billy Wilder, o espetáculo musical de 1968 ganhou canções de Burt Bacharach e repetiu o sucesso no palco. Versão brasileira do estouro da Broadway, recheada de clássicos de Bacharach, como I Say a Little Prayer, Se Meu Apartamento Falasse, de Charles Möeller e Claudio Botelho, ocupa o Teatro Bradesco a partir de sexta (15). Marcelo Medici, Malu Rodrigues e Marcos Pasquim (juntos na foto) estão no elenco da trama sobre um atrapalhado contador que empresta seu lar para encontros amorosos de colegas de trabalho (120min). 12 anos. Teatro Bradesco. Avenida das Américas, 3900 (Shopping VillageMall), Barra. Quinta a sábado, 21h; domingo, 18h. R$ 50,00 a R$ 150,00. Até 7 de janeiro de 2018. Estreia na sexta (15).

Férias na marina da Glória

 (Fred Hoffman/Divulgação)

Ao longo de dezembro, a Marina da Glória oferece duas atrações aos pequenos para que eles aproveitem bem as férias. A partir de segunda (11), a CL Vela Escola Náutica disponibiliza aulas de remo, caiaque, mergulho, pescaria, esqui e noções básicas de vela (foto). Também estão incluídos passeio de jet ski, atividades terrestres e wakeboard para crianças acima de 12 anos. Rec. a partir de 7 anos. Avenida Infante Dom Henrique, s/n° (Loja 17B), Marina da Glória. R$ 210,00 a R$ 990,00. A molecada ainda pode passear de barco com a turma de contadores de histórias Corsário Carioca, que promove uma viagem de saveiro pela baía e, a bordo, fala sobre a fundação da cidade. Lanche e lições sobre cartografia e biodiversidade marinha fazem parte do passeio. Rec. a partir de 2 anos. Saída do píer, à esquerda do Promenade Gastronômico. Sábado, 10h30. R$ 60,00. Rec. a partir de 2 anos. Reservas pelo ☎ 99377-1856.

Encontro de gerações nos palcos

Tiago Iorc e Milton Nascimento

Tiago Iorc e Milton Nascimento (Rafael Trindade/Divulgação)

Tiago Iorc e Milton Nascimento. Impressionado com as canções do brasiliense Iorc, de 32 anos, que conheceu pela TV, o cantor e compositor de 75 anos convidou o jovem músico a sua casa, em Juiz de Fora. O encontro rendeu parceria, a inédita Mais Bonito Não Há, e miniturnê acústica, que inclui ainda Travessia, Nos Bailes da Vida e Coisa Mais Linda. Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo. Sábado (16), 21h. R$ 100,00 (balcão) a R$ 320,00 (setor vip e camarote A).

Gil, Gal e Nando: a Trinca de Ases

Gil, Gal e Nando: a Trinca de Ases (Daryan Dornelles/Divulgação)

Trinca de Ases. O ex-titã Nando Reis era ainda um adolescente quando os baianos Gilberto Gil e Gal Costa, parceiros de tropicália e Doces Bárbaros, faziam história na MPB. Quatro décadas depois, o trio se reúne na turnê batizada por uma novíssima canção de Gil. Entrosados, os músicos visitam canções simbólicas de seus repertórios, como Baby, conhecida na voz de Gal, Esotérico, de Gil, e All Star, do caçula da turma. Fundição Progresso. Rua dos Arcos, 24, Lapa. Sábado (16), 23h30. R$ 160,00 (pista) e R$ 400,00 (frisas).

Três mostras abrem o Paço Imperial

 (Yuri KRIVONOSSOV/Divulgação)

A União Soviética através da Câmera. No centenário da Revolução Russa, a União Soviética é retratada pelo olhar de seis fotógrafos de variadas origens. Voltados para o cotidiano dos habitantes, os 200 registros em preto e branco de Leonid Lazarev, Vladimir Lagrange, Yuri Krivonossov (foto), Victor Akhlomov, Vladimir Bogdanov e Antanas Sutkus cobrem o período entre 1956 e 1991, ano da separação das repúblicas socialistas.

Alexandre Dacosta. O escritor e artista plástico carioca apresenta poemas-objeto e poesias gráficas que fazem parte de seu novo livro, autopoese. São trinta obras tridimensionais que usam materiais como a traseira de um carro, em Vi !…Aturas?, e antigas placas de preço, fortemente manipuladas. Sete vídeos de curta duração completam o acervo.

Hiléia. Dois trabalhos do paulistano Antonio Saggese norteiam a escolha das 46 fotografias que compõem a mostra: realizados entre 2014 e 2017, Hiléia e Ygabordam as belezas míticas da Floresta Amazônica. Um toque peculiar é o uso de câmera digital infravermelha, que transmite aos visitantes a impressão de que as imagens são gravuras ou mesmo desenhos a bico de pena.

› Paço Imperial. Praça Quinze de Novembro, 48, Centro. Terça a sexta, 12h às 19h; sábado e domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 25 de fevereiro. Abertura na quinta (14). 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s