Novas peças no circuito: confira as estreias da semana

Alexandre Nero, Cassio Scapin e Françoise Forton estrelam montagens inéditas

 

O Grande Sucesso

(Priscila Prade/Divulgação)

O Grande Sucesso. Um grupo de artistas espera na coxia a vez de entrar em cena e, enquanto isso, divide questões sobre sucesso e fracasso. Protagonizada por Alexandre Nero, a montagem é pontuada por pinceladas da biografia do ator, acompanhado em cena por Rafael Camargo (com ele na foto) e outros seis atores. Direção e texto de Diego Fortes (105min).
14 anos. Teatro Clara Nunes. Rua Marquês de São Vicente, 52, Gávea. Sexta e sábado, 21h30; domingo, 20h. R$ 80,00 a R$ 100,00. A partir de sexta (10). Até 30 de abril.

Escravos. A partir da trama de Pai Contra Mãe, outros contos do escritor Machado de Assis (1839-1908), a exemplo de Teoria do Medalhão, ganham adaptação para em monólogo dirigido por Augusto Madeira e estrelado por Alexandre Mofati. Na trama, marcada por ironias, um rapaz desempregado decide se tornar caçadorde escravos quando sua mulher aparece grávida (60min). 12 anos. Sesc Tijuca – Teatro II. Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca. Sexta a domingo, 19h. R$ 20,00. A partir de sexta (10). Até o dia 26.

Uísque Com Água. Livremente inspirado na obra de Charles Bukowski (1920–1994), o musical faz um resgate bem-humorado da vida do escritor maldito. Cinco atores, Nelson Freitas à frente, defendem canções ao vivo e narram a saga do detetive particular Nick Belane — o último pseudônimo do autor. Sacha Bali assina dramaturgia e encenação, enquanto Pedro Gracindo cuida da trilha sonora e da direção musical (80min). 16 anos. Teatro Clara Nunes. Rua Marquês de São Vicente, 52, Gávea. Quinta, 21h. R$ 70,00. A partir de quinta (9). Até 27 de abril.

Tragédias. Dirigida por Joaquim Valente, a tragicomédia busca capturar a essência da mulher através de elenco feminino, de treze artistas, que encarna as principais figuras do teatro grego: atores, coro e o regente corifeu. Temas atuais, como o empoderamento, são discutidos no texto de Luiz Carlos Góes (80min). 16 anos. Teatro Municipal Café Pequeno. Avenida Ataulfo de Paiva, 269, Ipanema. Quarta e quinta, 20h. R$ 40,00. A partir de quarta (8). Até o dia 30.

Um Amor de Vinil

(Ricardo Brajterman/Divulgação)

Um Amor de Vinil. A história de amor entre a proprietária de uma loja de discos e um cliente apaixonado por música é embalada por clássicos da MPB, de Negro Gato a Evidências, no musical de Flavio Marinho dirigido por André Paes Leme. A peça, estrelada por Françoise Forton e Maurício Baduh, estreia no dia 17, mas ganha ensaios abertos no fim de semana (120min). 12 anos. Imperator. Rua Dias da Cruz, 170, Méier. Sexta (10) e sábado (11), 20h; domingo (12), 19h. R$ 10,00. Até o dia 26.

Ubu Rei. Para celebrar 60 anos de carreira, Marco Nanini se junta à Cia dos Atores na clássica farsa escrita por Alfred Jarry em 1896. Em cena, ele é o covarde Pai Ubu, que, influenciado por sua esposa, usurpa a coroa real da Polônia. Rosi Campos encarna a ambiciosa matriarca. Daniel Herz dirige o texto, adaptado por Leandro Soares (90min). 14 anos. Oi Casa Grande. Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 100,00 a 120,00. A partir de quinta (9). Até 3 de abril.

Redemunho. Quatro contos do escritor cearense Ronaldo Correia de Brito são transportados para a cena em montagem estrelada por Claudia Ventura, Ana Carbatti e Alexandre Dantas. Através de suas narrativas, o público é convidado a fazer uma viagem por um mítico e trágico sertão nordestino. Direção de Anderson Aragón (80min). 16 anos. Casa de Cultura Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema. Sexta e sábado, 20h; domingo, 19h. R$ 40,00. A partir de sábado (10). Até 2 de abril.

Histeria

(Priscila Prade)

Histeria. O improvável — porém verídico — encontro entre o psiquiatra Sigmund Freud e o artista Salvador Dalí inspirou o texto do britânico Terry Johnson, escrito em 1933. Norival Rizzo e Cassio Scapin, respectivamente, interpretam os ilustres personagens na montagem que marca o retorno de Jô Soares ao papel de diretor (115min). 14 anos. Teatro Sesc Ginástico. Avenida Graça Aranha, 187, Centro. Quinta a sábado, 20h; domingo, 18h. R$ 25,00. A partir de quinta (9). Até 30 de abril.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Roberto Carpilovsky

    fffff

  2. Roberto Carpilovsky

    aaa