No calendário do Rio, ArtRio chega à sexta edição na quinta (29)

Com obras de mais de setenta galerias, ArtRio ocupa quatro armazéns da Região Portuária.

Conheça sete razões para visitar a feira:

Damien Hirst-MinniedivulgaçãoDamien Hirst-Minniedivulgação

 (/)

O polêmico inglês Damien Hirst foi convidado pela Disney para explorar a imagem do astro Mickey Mouse. A galeria Other Criteria traz algumas dessas peças ao Rio.  

Galeria Gary Nader_DivulgaçãoGaleria Gary Nader_Divulgação

 (/)

Inconfundível Pela primeira vez na ArtRio, a galeria americana Gary Nader traz uma seleção especial de criações do artista colombiano Fernando Botero, conhecido por retratar personagens adoráveis e roliços em suas pinturas. Entre as telas presentes estão El Picador (foto) e El Cazador.     

Galeria Novo Ambiente_DivulgaçãoGaleria Novo Ambiente_Divulgação

 (/)

Modelo exclusivo Atração da IDA — Feira de Design do Rio, a empresa de mobiliário Novo Ambiente relança duas cadeiras do designer Zanine Caldas (1919-2001), as poltronas Kid (foto) e Cuca, em edição de dez exemplares.     

Galeria SUR_divulgaçãoGaleria SUR_divulgação

 (/)

A Galeria SUR, do Uruguai, exibe Movil Rojo (foto), do argentino Julio le Parc, 88 anos, expoente da arte cinética. Obras de dois de seus mais ilustres pares, o brasileiro Abraham Palatnik e o venezuelano Carlos Cruz-Díez, também estão na ArtRio.     

paulo victor_divulgaçãopaulo victor_divulgação

 (/)

A vista para a Baía, redescoberta após a reforma da Praça Mauá e a abertura da Orla Conde, é cortesia da ArtRio desde a primeira edição. Cadeiras de praia dispostas ao longo do píer costumam ser bastante disputadas.     

Romy Pocztaruk_DivulgaçãoRomy Pocztaruk_Divulgação

 (/)

Vencedora da quarta edição do Prêmio FOCO Bradesco ArtRio, Romy Pocztaruk, gaúcha, nascida em 1983, conquistou o direito de apresentar Superfície de Contato (foto), entre outras obras suas, ao lado de trabalhos dos também premiados Ivan Grilo e Jaime Lauriano, ambos oriundos de São Paulo.

Study for Indicating SolidsStudy for Indicating Solids

 (/)

No espaço dedicado à galeria nova-iorquina David Zwirner, o alemão naturalizado americano Josef Albers (1888-1976) comparece com Study for Indicating Solids (foto), ao lado de trabalhos de outros grandes nomes, como a japonesa Yayoi Kusama e o italiano Giorgio Morandi.     

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s