Mundo atômico é retratado em mostra de cinema

Sexta edição do Uranium Film Festival começa nesta sexta (20). Cinemateca do MAM exibe 50 filmes até o dia 29

A partir desta sexta (20), a Cinemateca do MAM recebe a sexta edição do Uranium Film Festival do Rio de Janeiro. Em cartaz, 50 filmes produzidos em 22 países o mundo atômico. A mostra de cinema, que já passou por mais de 30 cidades em seis países, como Mumbai, Berlim e Hollywood, começou em Santa Teresa, em 2010. O festival relembra os 30 anos do acidente nuclear de Chernobyl e os cinco anos de Fukushima.

+ Caixa Cultural recebe mostra sobre bastidores do cinema

Os ingressos custam R$ 8,00, a sessão. Para quem os cinéfilos de plantão, há as opções dos passes Ouro (24 sessões), a R$ 100,00, Prata (18 sessões), a R$ 80,00 e  Bronze (10 sessões), a R$ 50,00.

Confira abaixo a programação:

+ X-Men: Apocalipse estreia no circuito do Rio

20 DE MAIO (sexta-feira)

18h – Homenagem ao Primeiro Filme Atômico do Brasil

BAHIA SCI-FI – Brasil, 2015, Direção Petrus Pires, Produção Iglu Filmes. Documentário, 30 min, português – Sobre os bastidores do filme “Abrigo Nuclear” de Roberto Pires, a primeira ficção científica brasileira sobre energia nuclear.

ABRIGO NUCLEAR – Brasil, 1981. Direção e Produção Roberto Pires. Ficção, 86 min, português – No futuro, em virtude da poluição radioativa da superfície da Terra, a população vive em abrigos nucleares. Um grupo revolucionário prepara um movimento para voltar à superfície terrestre. Classificação indicativa 10 anos. Presença do diretor Petrus Pires, filho do cineasta atômico Roberto Pires

21 DE MAIO (sábado) .

15h – Urânio e Radioatividade

NUCLEAR FAMILY – EUA, 2015, Direção e Produção Jonathan Johnson. Arte Vídeo, 2 min, sem diálogo – Montagem de imagens e som para criar uma crítica da história nuclear.

URANIUM – TORCENDO A CAUDA DO DRAGÃO – Episódio 1: A rocha que se tornou uma bomba – Austrália, 2015, Direção Wain Fimeri, Produção Genepool Productions, Documentário, 51 min, inglês com legendas em português – Dr. Derek Muller embarca em uma aventura para revelar como, em apenas uma única geração, o urânio se transformou na rocha mais valiosa e aterrorizante da Terra. Classificação indicativa 10 anos. Presença do diretor Wain Fimeri.

16h – PANDORA’S PROMISE (Promessa de Pandora) – EUA, 2013, Direção e Produção Robert Stone. Documentário, 87 min, inglês com legendas em português – Narra histórias de pessoas que expuseram suas carreiras e reputações para falar como mudaram suas mentes de anti-nuclear para pró-nuclear. Classificação indicativa 10 anos. Presença de Marcelo Gomes da Silva – Eletronuclear, Assessoria de Desenvolvimento de Novas Centrais Nucleares

18h – A questão da energia nuclear na Suíça.

LUCENS – Suíça, 2015, Direção Marcel Barelli, Produção Nicolas Burlet. Animação, 7 min, francês com legendas em português – A história da primeira usina nuclear 100 % Suíça e também da última.

JOURNEY TO THE SAFEST PLACE ON EARTH (Jornada ao Local mais Seguro da Terra) – Suíça, 2013, Direção Edgar Hagen, Produção Hercli Bundi. Documentário, 100 min, alemão com legendas em português – O lixo das usinas  nucleares é uma ameaça por milhares de anos. O filme reflete sobre a busca de um lugar para jogar este lixo altamente radioativo. Uma viagem da Suíça até a China em

busca de um depósito final. Classificação indicativa 10 anos. Presença de Christophe Vauthey, Cônsul geral adjunto do Consulado da Suíça.

22 DE MAIO (domingo) .

14h – Performance: Curso Técnico de Dança da FAETEC

THE CHINA SYNDROME (A Síndrome da China) – EUA, 1979, Diretor James Bridges, Ficção / Drama com Jane Fonda, Michael Douglas, Jack Lemmon, Produção Michael Douglas. 130 min, inglês com legendas em português – Primeira ficção sobre um grave acidente nuclear, o filme foi lançado 12 dias antes de acontecer um acidente real na usina nuclear de Three Mile Island, EUA. Em 1979, “A Síndrome da China” foi o filme mais comentado do ano. Classificação indicativa 14 anos.

16h30

FUKUSHIMA NO DAIMYO – Itália, 2014, Direção Alessandro Tesei, Fotografia Pierpaolo Mittica. Documentário, 20 min, japonês com legendas em português – Sobre um criador de gado que decidiu continuar vivendo na área contaminada de Fukushima para salvar os seus animais. Presença do diretor Alessandro Tesei.

URANIUM – TORCENDO A CAUDA DO DRAGÃO – Episódio 2: A rocha que mudou o mundo – Austrália, 2015, Direção Wain Fimeri, Produção Genepool Productions Documentário, 51 min, inglês com legendas em português – Os efeitos biológicos da radiação, a propaganda para tornar o nuclear palatável ao grande público, o valor das terras uraníferas, a medicina nuclear e as potências nucleares.  Classificação 10 anos. Presença do diretor Wain Fimeri

18h – Filosofia, Arte & Chernobyl

PRIAPUS | PRIPYAT – Portugal, 2015, Direção Filipe Varela, Produção Filipe Varela & Gisa Duarte. Ficção, 95 min, inglês com legendas em português – Por causa do vazamento numa central nuclear, um jovem perdeu a namorada e planeja se suicidar, primeiro cortando os pulsos, depois se enforcando, mas não completa seus planos. Classificação indicativa 14 anos.

Zeitbombe 2Zeitbombe 2

 (/)

23 DE MAIO (segunda-feira)

14h30 – Aprendendo com o passado. 71 Anos Hiroshima e Nagasaki – A visão dos sobreviventes Hibakusha.

O SENHOR MORITA – Argentina/Brasil, 2016, Direção e Produção Roberto Fernández. Documentário, 30 min, japonês com legendas português – Sobre o hibakusha (sobrevivente das bombas atômicas) Sr. Morita e sua luta por seus direitos de indenização perante o governo japonês. Classificação indicativa 10 anos. Presença do diretor Roberto Fernández. Depois do filme: palestra com o Sr. Kunihiko Bonkohara, sobrevivente de Hiroshima (Hibakusha) e vice-presidente da Associação Hibakusha Brasil pela Paz, em São Paulo.

17h – NUCLEAR EMPIRE – Macau RPC, 2014, Direção e Produção Patrícia Neves. Documentário, 60 min, japonês com legendas em inglês – O único país do mundo atacado com bombas atômicas está enfrentando novamente o medo da radiação, depois de experimentar o primeiro acidente nuclear do século 21.

ATOM TOWN: LIFE AFTER TECHNOLOGY – Reino Unido/ Escócia, 2011, Direção Gair Dunlop. Documentário, 22min, inglês – Sobre o sonho e as consequências da alta ciência nuclear em uma comunidade remota da Escócia, na década de 1950. Classificação indicativa 12 anos.

18h30 – Aprendendo com Fukushima

FUKUSHIMA: MENSAGEM DO EX-PRIMEIRO MINISTRO DO JAPÃO PARA O BRASIL – Japão, 2016, Direção e Produção Yasuko Takahashi. Documentário, 9 min, japonês com legendas em português – A japonesa Yasuko Takahashi realizou com exclusividade para o povo brasileiro uma entrevista com Naoto Kan ex-primeiro ministro do Japão, que comandava o país na época do acidente nuclear em Fukushima.

AWARE (Consciente) – Países Baixos, 2014, Direção e Produção Tineke van Veen. Documentário, 14 min, japonês com legendas em português – O que motiva os trabalhadores que limpam a paisagem contaminada? A relação entre o homem e a natureza é discutida e o conceito de segurança e suas conseqüências globais abrem questões. A composição instrumental enfatiza a seriedade da situação. Presença da diretora Tineke van Veen.

RANGA YOGESHWAR IN FUKUSHIMA – JAPANS KAMPF GEGEN DIE RADIOAKTIVITÄT (A Luta do Japão Contra Radiação) – Alemanha, 2014, Direção Reinhart Brüning, Ranga Yogeshwar, Thomas Hallet, Wolfgang Lemme, Produção WDR. Documentário, 45 min, alemão com legendas em português – O governo japonês abre as portas da usina nuclear de Fukushima para uma equipe de TV pública alemã. Uma reportagem especial sobre as causas e consequências do acidente nuclear de Fukushima. Classificação indicativa 10 anos. Presença do diretor Reinhart Brüning.

24 DE MAIO (terça-feira)

14h30 – Cinco anos Fukushima – Sessão escolar com filmes sobre Fukushima legendados em português e com presença de cineastas. Classificação indicativa 10 anos.

17h – KOLLWEIN’S DAY OF THRUTH (Dia da Verdade) – Alemanha, 2014. Direção Anna Justice, Produção Alexandra Kordes and Meike Kordes. Ficção, 89 min, alemão com legendas em português – Um procurador alemão e um inspetor de polícia francês estão trabalhando em um caso envolvendo o assassinato de um empregado na usina nuclear de Haut-Rhin. Classificação indicativa 12 anos.

18h30 – CINCO ANOS – VOZES DE FUKUSHIMA – Japão, 2016, Direção Iga Toshinori, Produção Peace Boat. Documentário, 4 min, japonês com legendas em português – 5 anos depois do acidente nuclear de Fukushima, representantes do Comitê da Liga das Organizações de Vítimas do Desastre Nuclear falam sobre a situação atual de refugiados e residentes locais.

FUKUSHIMA: A NUCLEAR STORY (Uma Estória Nuclear) – Itália, 2015, Direção Matteo Gagliard, Produção Christine Reinhold, Teatro Primo Studio, Film Beyond. Documentário, 84 min, inglês, italiano e japonês com legendas em português – Sobre o acidente nuclear de Fukushima, suas causas, consequências e implicações atuais depois de 5 anos. Uma análise madura da problemática nuclear. Classificação indicativa 10 anos. Presença de cineastas

+ Cinema russo ganha as telas da Caixa Cultural

25 DE MAIO (quarta-feira) .

14h30 – Trinta anos Chernobyl – Sessão escolar com filmes sobre Chernobyl legendados em português e com presença de cineastas. Classificação indicativa 10 anos.

17h – TO WHOM IT MAY CONCERN (A Quem Interessar Possa – versão curta-metragem) – Bielorrússia, 1990, Direção Galina Laskova-Sanderson, Documentário, 12 min, inglês com legendas em português – Não somente a Ucrânia, mas também a vizinha Bielorrússia foi afetada gravemente pelo acidente nuclear de Chernobyl. Uma reportagem sobre as consequências.

KOLOKOL CHERNOBYLYA – Rússia/Ucrânia, 1987, Direção Rollan Sergiyenko e V. Sinelnikov. Documentário, 87 min, russo com legendas em português – Um dos primeiros filmes sobre o acidente nuclear de Chernobyl, filmado em 1986. Por causa da alta radiação, a película do filme foi prejudicada, mas isso criou uma nova realidade. Com a presença de cineastas. 14 anos.

19h – Trinta anos Chernobyl

ETERNAL TEARS (Lágrimas Eternas) – Ucrânia, 2011, Direção Kseniya Simonova. Técnica de animação com areia, 11 min, sem diálogo – Uma performance em homenagem às milhares de crianças que até hoje são vítimas de Chernobyl.

LEONID’S STORY (A História de Leonid) – Alemanha/Ucrânia, 2011, Direção Rainer Ludwigs, Produção Tetyana Chernyavska. DocAnimação, 19 min, russo com legendas em português – Um casal típico da modesta e bem equilibrada vida soviética recebe a tão esperada boa nova da gravidez. Mas o acidente nuclear de Chernobyl ameaça a própria vida do bebê e toda a felicidade da família.

SEVEN YEARS OF WINTER (Sete Anos de Inverno) – Alemanha/Dinamarca/Ucrânia, 2011/12. Direção Marcus Schwenzel, Produção Hans Henrik Laier, Ficção, 22 min, russo com legendas em português – Um menino é explorado como catador de documentos na zona de exclusão de Chernobyl para venda no mercado negro. O menino não percebe o risco da radiação. Classificação 10 anos. Presença dos cineastas Marcus Schwenzel, Rainer Ludwigs e da produtora ucrâniana Tetyana Chernyavska.

26 DE MAIO (quinta-feira) .

14h – Mineração de urânio

BUDDHA WEEPS IN JADUGODA (Buda Chora em Jadugoda) – Índia, 1999, Direção Shri Prakash. Documentário, 52 min, inglês com legendas em português – A única mina de urânio subterrânea da Índia está em Jadugoda. Durante os últimos 30 anos, o lixo radioativo foi despejado nos campos de arroz dos Adivasi. O impacto da radiação sobre a saúde do povo indígena está sendo devastador.

THE DESPAIR – Índia, 2015, Direção e Produção Pankaj Dubey. Ficção, 15 min, híndi com legendas em inglês – Uma estória em torno de dois irmãos com relacionamento gravemente afetado pelas minas de urânio de Jadugoda

WALKING FOR COUNTRY – Austrália, 2015, Direção Reza Nezamdoost, Produção Rez Nez Films. Documentário, 19 min, inglês – O relato de um cineasta iraniano que acompanhou a grande marcha na Austrália em 2015 contra a mineração de urânio, seguindo a tradição dos anciãos indígenas da terra que dizem: “Nós não precisamos de urânio neste país, temos o sol, temos o vento, temos as pessoas … ” Classificação indicativa 10 anos.

16h – Filmes atômicos da Itália

IT IS IN THE AIR FOR YOU AND ME – Itália, 2015, Direção Sonia Laura Armaniaco, Música Jumbo Pimp. Vídeo arte, 6 min, sem diálogo – Não apenas as borboletas são testemunhas, também os oceanos, seus habitantes e nós. Uma proposta artística que propicia um debate sobre a presença da radioatividade na Terra.

BEHIND THE URALS: THE NIGHTMARE BEFORE CHERNOBYL (Atrás dos Montes Urais: O Pesadelo antes de Chernobyl) – Itália, 2015, Direção Alessandro Tesei, Produção “Mondo in Cammino Productions”. Documentário, 62 min, italiano com legendas em português – A antiga Usina Nuclear de Mayak foi projetada para a produção de Plutônio. Além de vários acidentes nucleares em Mayak, a usina lançou por anos rejeitos radioativos no rio Techa. Classificação 12 anos. Presença do diretor Alessandro Tesei.

18h – Sobre armas com urânio empobrecido

WHEN THE DUST SETTLES – Reino Unido, 2011, ICBUW e IKV Pax Christi. Animação, 7 min, inglês – Filme explica o que é uma arma de urânio empobrecido e suas consequências.

URANIUM 238: THE PENTAGON’S DIRTY POOL (Urânio 238: La Bomba Sucia del Pentagono) – Costa Rica, 2009, Direção Pablo Ortega, Produção Isabel Macdonald e San José Quaker Peace Center. Documentário, 28 min, inglês com legendas em espanhol – Os EUA já usaram milhares de vezes munições e bombas com urânio empobrecido nas suas guerras contra Iraque e outros países. Resultando deformações mutagênicas nos povos atacados e também nos próprios soldados americanos e seus descendentes.

DEVIL’S WORK (Bala Perdida) – Brasil / EUA, 2015, Direção Miguel Silveira, Produção J.Charles Banks, Scott Riehs, Hugo Kenzo, Dp John Wakayama Carey, Missy Hernandez. Ficção, 19 min, inglês com legendas em português – Um menino problemático de 14 anos cresce cada vez mais isolado, obcecado sobre as circunstâncias da morte de seu pai. O lado emocional da história do uso do urânio empobrecido nas guerras modernas que quase nunca é contado. Classificação indicativa 12 anos. Presença do diretor Miguel Silveira e da produtora Missy Hernandez.

Kseniya Simonova 3Imagem

27 DE MAIO (sexta-feira) .

14h30 – A questão do lixo radioativo nos Estados Unidos

CHOICEPOINT: CALIFORNIA’S WATER & RADIOACTIVE WASTE – Estados Unidos, 1994, Direção James Heddle, Produção Mary Beth Brangan. Documentário, 22 min, inglês – O projeto de um depósito de lixo nuclear colocava em risco a água da Califórnia. Cidadãos lutaram contra este projeto com sucesso.

CONTAINMENT – EUA, 2015, Diretores e Produtores Peter Galison & Robb Moss. Documentário, 82 min, japonês com legendas em inglês – Só a produção de armas nucleares geram centenas de milhões de litros de lama radioativa. Como os EUA podem guardar estes rejeitos? Classificação 12 anos.

16h30 – Sobre energia nuclear e Fukushima ABITA. CHILDREN FROM FUKUSHIMA (Crianças de Fukushima) – Japão/Alemanha, 2012, Direção Shoko Hara e Paul Brenner, Animação, 4 min, sem diálogo – Desenho poético que utiliza o simbolismo japonês da libélula para falar da perda do direito das crianças de brincar na natureza da região de Fukushima.

FUKUSHIMA: MENSAGEM DO EX-PRIMEIRO MINISTRO DO JAPÃO PARA O BRASIL – Japão, 2016, Direção e Produção Yasuko Takahashi. Documentário, 9 min, japonês com legendas em português – Entrevista com Naoto Kan, ex-primeiro ministro do Japão.

UNDER THE INVISEBLE CLOUD (Sob a Nuvem Invisível) – Japão, 2013, Direção e Produção Teppei Ikumasa. Animação, 16 min, japonês com legendas em português – Muitas pessoas não podem mais voltar para suas casas por estarem próximas a usina nuclear de Fukushima. Elas vivem em barracos à espera de uma solução.

URANIUM – TORCENDO A CAUDA DO DRAGÃO – Episódio 3: A Rocha no Nosso Futuro – Austrália, 2015, Direção Wain Fimeri, Produção Sonya Pemberton. Documentário, 51 min, inglês com legendas em português – Destruidor e salvador, sonho e pesadelo: o paradoxo extraordinário do urânio. O filme nos leva a Chernobyl e Fukushima. Classificação indicativa 10 anos. Presença do diretor Wain Fimeri.

18h30 – Chernobyl 30 anos: da realidade à ficção

CHERNOBYL TOURS – Reino Unido/ Inglaterra, 2013. Direção e Produção Timothy Webster. Documentário, 21 min, inglês. O turismo em Chernobyl está crescendo. Empresas oferecem excursões organizadas para a zona de exclusão e a cidade deserta de Pripyat.

GRAFFITI – Espanha, 2015. Direção Lluis Quilez, Produção Lluis Quilez, Ester Velasco, Cristian Guijarro. Ficção, 30 min, inglês com legendas em espanhol – Chernobyl: um mundo apocalíptico e um último sobrevivente: Edgar. Ele aprendeu a sobreviver evitando áreas contaminadas. Apenas uma palavra revela a presença de um outro sobrevivente …

FIKAPAUS (Pausa para o Café) – Suécia, 2011, Direção Marko Kattilakoski. Ficção, 15 min, sueco com legendas em português – Durante uma pausa para o café, dois homens conversam sobre Chernobyl e outros vazamentos nucleares. De volta ao trabalho, são verdadeiros profissionais. Um suspense irônico inspirado na obra de Svetlana Alexievich, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura em 2015. Classificação indicativa 12 anos. Participação: Professor Doutor Marcos Reigota.

28 DE MAIO (sábado) .

14h – Japão também quis ter bomba atômica

ZEITBOMBE (Time Bomb) – EUA, 2010, Direção Edward Saint Pe’. Ficção, 27 min, inglês – Inverno de 1943. Numa ação conjunta entre SS e os japoneses, o submarino alemão U 222 está transportando urânio para o Japão criar uma bomba atômica. O capitão do submarino é um dos últimos comandantes veteranos e não é fã dos nazistas e tenta impedir que a carga chegue ao seu destino…

MEMORIES OF THE KYOTO CYCLOTRON – Japão, 2009, Direção Maika Nakao,

Documentário, 62 min, japonês e inglês, legendas em inglês – Sobre uma história da Segunda Guerra Mundial raramente contada: a tentativa do governo japonês em criar a bomba atômica antes dos EUA. Classificação indicativa 12 anos.

16h – Bomba Atômica: O ponto de vista do Irã e da Argélia

THE LAST FLOWER (A Última Flor) – Irã, 2013, Direção Sima Baghery. Animação, 6 min, sem diálogo. Após uma guerra mundial atômica, uma jovem encontra a última flor da terra.

IMPRESSION: XPS-160 – Irã, 2013, Direção Tiyam Yabandeh Jahroumi. Ficção, 15 min, sem diálogo – Sobre um fotógrafo cego que vive com as memórias de sua esposa morta, depois de uma guerra nuclear. “Eu acho que o amor é um espírito e não pode desaparecer mesmo com uma bomba nuclear …”, declara o cineasta iraniano.

WAR AND PEACE – Irã, 2012, Direção Amir Tajik, Produção Press TV. Documentário, 26 min, persa e inglês com legendas em inglês – Uma reflexão de um

jornalista iraniano. A questão da bomba nuclear no contexto do Islã e sobre o uso pacífico da energia nuclear

ALGERIA, DE GAULLE AND THE BOMB – Argélia, 2011, Direção Larbi Benchiha, Produção Jean François Aumaitre. Documentário, 52 min, árabe com legendas em inglês – Uma outra história raramente contada: os testes de bombas atômicas do governo francês no Saara da Argélia. Nos anos 1960, a França explodiu 17 bombas atômicas lá. Classificação indicativa 14 anos.

18h – Segurança Nuclear

OPERACIÓN FLECHA ROTA. ACCIDENTE NUCLEAR EM PALOMARES – Espanha, 2007, Direção José Herrera Plaza. Documentário, 96 min, legendas em português – Em 1966, um avião militar dos EUA com quatro bombas atômicas a bordo explodiu sob o sul da costa da Espanha. As bombas caíram na região de Palomares e o plutônio contaminou plantações de tomate e praias turísticas. Uma história ainda à procura de uma solução final. Classificação indicativa 14 anos.Presença do diretor José Herrera Plaza. Depois do filmeDebate com Sr. Sérgio Duarte, Ex-Embaixador do Brasil e Ex-Alto Comissário da ONU para Assuntos de Desarmamento Nuclear.

29 DE MAIO (domingo) .

17h – Filme de encerramento

THE MAN WHO SAVED THE WORLD (O Homen que Salvou o Mundo) –  Dinamarca, 2014, 105 min. Docudrama com Kevin Costner, Robert De Niro, Matt Damon, Stanislav Petrov, Sergey Shnurov, entre outros. Direção Peter Anthony, Produção Jakob Staberg, Statement Film, 105 min. Russo, inglês com legendas em  português – Guerra Fria: 1983, radares russos interceptam cinco mísseis nucleares americanos indo para a Rússia. Stanislav Petrov é o comandante-chefe e encarregado de lançar os mísseis Soviéticos. Mas Petrov se recusou. Por não ter acreditado nos computadores, ele salvou o mundo… Classificação indicativa 12 anos. Presença do diretor Peter Anthony

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s