Maior gaitista do país briga para receber pagamento

Jefferson Gonçalves luta para ser pago pela venda de gaitas assinadas por ele e fabricadas pela centenária Hering Harmônicas

Não é fácil ser músico no Brasil. Considerado o maior gaitista de blues do país, Jefferson Gonçalves, que já se apresentou no célebre clube de jazz Blue Note de Nova York, é o primeiro artista nacional a fechar parceria com a alemã Seydel, uma das mais antigas fábricas do instrumento no mundo, fundada em 1847.

Mas, por aqui, Gonçalves pena há um ano para receber R$ 10 mil relativos a pagamentos sobre a venda de gaitas assinadas por ele e fabricadas pela centenária Hering Harmônicas, que passou sua administração para terceiros. Advogado do músico, Ricardo Brajterman vai pedir à Justiça que analise as condições em que se deu o negócio. “Se for constatada tentativa de ocultar patrimônio neste processo, pedirei a anulação da transação”, afirma.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s