Luiz Aquila ganha exposição em Petrópolis

Casa Stefan Zweig foi escolhida para abrigar desenhos feitos pelo artista durante a Ditadura Militar

Nascido no Rio de Janeiro, em 1943, Luiz Aquila mudou-se para Petrópolis em 1988. Na Região Serrana, a partir de sábado (24), o artista carioca apresenta Migração, individual com desenhos de cores sóbrias (distintos da linguagem viva que caracteriza boa parte de seu trabalho) inspirados na violência cometida durante a última ditadura no Brasil. Não por acaso, o local escolhido para a montagem da exposição foi a antiga residência, transformada em centro cultural, de Stefan Zweig (1881-1942) — o escritor austríaco adotou a cidade como refúgio da opressão nazista que testemunhara na Europa. Casa Stefan Zweig. Rua Gonçalves Dias, 34, Valparaíso, Petrópolis. Sexta a domingo, 11h às 17h. Grátis. Até 27 de maio. Abertura no sábado (24).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s