Francisco Goya ganha exposição na Caixa Cultural

Vinte pranchas inquietantes pressagiam fase mais obscura do artista espanhol

Muito antes do surrealismo, surgido no início do século XX, o pintor espanhol Francisco Goya já explorava nuances da psique humana em obras inquietantes. Datadas aproximadamente de 1820, as gravuras da série Disparates revelam cenas de violência, sexo e deboche, em possíveis críticas ao cenário sociopolítico do país natal do artista. Impressa pela Academia de Belas-Artes de Madri, em 1864, a coleção chega em parte ao Rio com a mostra Loucuras Anunciadas — Francisco Goya. É possível observar vinte pranchas (como a da foto) que pressagiam Pinturas Negras, que marcaram sua fase mais obscura. Caixa Cultural. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 7 de outubro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s